Revista Statto

LIFELONG LEARNING – A IMPORTÂNCIA DE CONTINUAR ESTUDANDO

15/05/2020 às 15h05

Hoje em dia não faz mais sentido investir em estudos apenas na educação básica, graduar-se no ensino superior e parar por aí. As coisas mudaram, inclusive para a educação formal.

Uma sociedade globalizada e hiperconectada como a nossa está mudando em ritmo acelerado sua indústria, tecnologia, e tudo isso já está impactando no mercado de trabalho. Não nos restam dúvidas quanto às adaptações para o novo cenário econômico, bem como seus desafios.

Essa mudança de perspectiva sobre a visão da educação dos sistemas escolares formais atuais, da educação básica ao ensino superior, pode ser melhor compreendida ao ser encarada como um processo de aprendizagem ao longo da vida.

O termo lifelong learning em tradução livre quer dizer “aprendizagem ao longo da vida”, e se refere à busca contínua e automotivada pela atualização de conhecimento. Para sobressair profissional, pessoal ou academicamente, é imprescindível investir em educação continuada, tendo em vista a aquisição de conhecimento de novas técnicas e o desenvolvimento de novas habilidades e aptidões.

Baseado em quatro pilares, o lifelong learning é crucial para o âmbito profissional enquanto estratégia de formação profissional: aprender a conhecer, a fazer, a conviver e a ser.

É preciso aprender a conhecer, ou seja, aprender a aprender para se beneficiar das oportunidades oferecidas pela educação ao longo da vida; aprender a fazer, de um modo mais abrangente, a fim de deixar a pessoa apta a encarar situações antagônicas e trabalhar em equipe; aprender a conviver quanto à capacidade de a pessoa compreender o outro, estabelecer vínculos sociais e gerenciar os conflitos; aprender a ser para estar nas melhores condições para agir com uma disposição cada vez maior de discernimento, autonomia e responsabilidade pessoal.

Um dos maiores benefícios do lifelong learning tem sido a facilidade de estudar por meio dos dispositivos mobile, graças às plataformas digitais e 100% online, de ensino eletrônico (e-learning).

Atualmente, o e-learning tem sido um importante alicerce para o desenvolvimento de novas formas de cursos online, programas de capacitação profissional, inclusive de cursos de graduação e pós-graduação à distância. Essa nova modalidade amplia o leque de opções de formação das pessoas, as quais passam a ter a possibilidade de estudar quando e onde quiserem, bem como definir o seu próprio ritmo de aprendizado. Todavia, mesmo tendo essa gama de facilidades, é primordial que as pessoas tenham um alto grau de comprometimento com o seu plano de estudos, pois essa forma de aprendizagem depende 100% do aluno.

Quem não quiser ser substituído por pessoas altamente qualificadas ou até mesmo por robôs deve se manter atualizado em qualquer que seja a área de atuação. Estudar por toda a vida ocasiona em uma série de benefícios para quem colocar isso em prática.

QUEBRAR ANTIGOS PADRÕES REQUER MUITA CORAGEM

27/04/2020 às 08h56

Nessa quarentena/isolamento, muitas pessoas estão lidando com as suas sombras. ⠀

Fazendo as pazes com a sua totalidade e transmutando tudo aquilo o que não era tão agradável assim, em suas vidas. ⠀

Fico muito feliz em ver que nós estamos nos esforçando para gerar mudanças, apenas triste por ver aonde precisamos chegar para que isso acontecesse. ⠀

Já que estamos todos presentes neste grande mar de crise (que quer dizer riscos e oportunidades, em chinês), que tal mergulhar dia após dia, profundamente, em nossas raízes?! Eu digo, mais ainda do que o já habitual “quarentenário”.

Coisas lindas e incríveis serão transmutadas. Quebrar as nossas resistências, do parecer para SER.

Podemos nos desafiar a cada dia que passa, para nos fortalecer, trazendo luz para todo nosso SER.

Li recentemente o livro da querida autora e pesquisadora Brené Brown, chamado A Coragem de Ser Imperfeito. É um livro fantástico para ser lido nesse período que nos encontramos. Trata-se sobre a vulnerabilidade de ser o que é e de nos mostrarmos ao outro.

Por que muitas vezes deixamos o medo tomar conta de nós fazendo com que percamos o foco em nossos objetivos?

Enquanto colocarmos o medo acima dos nossos sonhos, não conseguiremos chegar aonde queremos.

Eu falo sobre o medo, pois esse sentimento muitas vezes está disfarçado de tantos outros, como a raiva, por exemplo. E já que estamos falando de sombras, que tal abraçar esse lado também?

Proponho-te uma tarefa para esse período. Se puder fazer, ótimo. Senão, tudo bem:

Anote para você, cinco coisas pelas quais você fará diferente nos próximos dias. ⠀

Exemplo: Deixar de ter medo de fazer algo por medo do “ridículo” (que está só na sua mente) e de fato fazê-lo.

Reflita o motivo pelo qual você ainda não fez o que se propôs a fazer nessa listinha, até hoje. E aos poucos, conversando amorosamente com você, faça dessa nova realização um novo compromisso a ser concluído com sucesso.

Eu também estou fazendo a minha listinha e com sucesso, estou quebrando barreiras.

Vamos juntos?