Revista Statto

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NO AMBIENTE DE TRABALHO

14/06/2020 às 10h27

Como conseguir gerir as emoções em meio ao caos.

Vocês já devem ter ouvido falar sobre inteligência ou gestão emocional, certo?

Nos dias de hoje, ainda mais se fala sobre a importância de sermos capazes de gerir cada vez melhor as nossas emoções. Afinal, são nossas emoções que movem os nossos comportamentos em todo e qualquer ambiente que estivermos.

Conseguir realizar uma boa gestão e agir de forma inteligente com nossas emoções é fundamental para que possamos atingir crescimento profissional e bons resultados na organização onde estejamos atuando.

Mas então, o que é INTELIGÊNCIA EMOCIONAL em 5 pontos importantes:

  • Capacidade de reconhecer as próprias emoções e sentimentos.
  • Controle das emoções em diferentes situações cotidianas.
  • Reconhecer as emoções do outro, sabendo o momento de agir de maneira empática.
  • Habilidades em se relacionar e dialogar de maneira clara e assertiva.
  • Automotivação, conduzir suas emoções a fim de objetivos pessoais.

Diante destes 5 pontos citados, já podemos imaginar o porquê nos dias de hoje os conceitos de inteligência emocional têm ganhado cada vez mais espaço no ambiente organizacional.

Sabemos ainda que quando estamos em um ambiente corporativo adotamos uma postura de trabalho, mas, mesmo com esta postura ainda seguimos sendo PESSOAS que possuem emoções, crenças e comportamentos que se diferem a cada vivência ou situação, com isso, o processo de se conhecer emocionalmente é de grande valia para o atingimento de bons resultados na carreira.

A gestão de nossas emoções pode ser utilizada em diversos aspectos, seja em gerenciamento de conflitos, auxílio na tomada de decisão e que contribuem fortemente na construção de ambientes positivos no trabalho.

Diante de todos os pontos positivos no aspecto de inteligência emocional agora é importante saber como desenvolvê-la, seguem alguns pontos importantes:

  • Autoconhecimento e autoconsciência de nossas emoções.
  • Conheça-se e conheça a equipe no qual você está inserido, busque mapear suas emoções e o que elas geram no ambiente em que está inserido.
  • Saiba onde e como investir energia em determinadas situações, assim você saberá o momento certo de agir ou parar por aí, não gaste energia com o que não vale a pena!
  •  Entenda o que seus comportamentos gerados em determinados momentos possuem de bom ou ruim.
  • Conheça suas competências e as competências de quem está na sua equipe, isso ajuda a gerenciar melhor suas emoções.

Conheça-te, e saiba como atingir os melhores resultados a partir dos impactos das suas emoções.

Te espero na próxima matéria!