Revista Statto

A IMPORTÂNCIA DO SER CONSCIENTE, COMO VIVER EM ESTADO DE CONSCIÊNCIA E AS AFORMAÇÕES COMO FERRAMENTA DE EXPANSÃO DA CONSCIÊNCIA.

29/04/2020 às 09h17

Já parou para refletir a verdadeira importância de estar conscientes, as responsabilidades de estar consciente no agora, e a grande missão contida por trás do despertar de cada ser que se torna consciente?

Estamos em uma era conhecida pelo fim dos aspectos negativos que marcaram a história dos seres humanos e de nosso planeta por muito tempo, uma fase de transição planetária, energética, espiritual, mental, emocional e física, um grande passo não somente da humanidade, mas de toda uma estrutura cósmica, a evolução contínua dos seres, espécies e da própria luz.

Apesar de CONSCIENCIA ser uma linguagem de fácil entendimento e aceitação nos dias de hoje, poucos são os que mensuram a importância contida nesse assunto, a verdadeira magnitude de ser e estar consciente no agora.

As Responsabilidades de Estar Consciente

Qualquer nível de consciência requer a habilidade de perceber o que acontece ao nosso redor.

Quando tomamos consciência e despertamos á nível pessoal, desenvolvemos a habilidade de observar nossas próprias atitudes, crenças limitantes, sentimentos baseados no ego e em contrapartida, criatividade, ética, valores, princípios, entre outros. Então através do autoconhecimento encontramos ferramentas para transformar e – á nível energético – transmutar tudo o que não é mais compatível com o estado de consciência em que nos encontramos.

Outro ponto de reflexão é quanto aos nossos relacionamentos pessoais, com quem queremos nos relacionar, quem são as pessoas que, de certa forma, nos agregam momentos bons, conhecimentos, o prazer da companhia, quem nos fere, nos desequilibra, nos deixa vulneráveis emocionalmente, e só então praticamos uma seleção:  Com quem quero manter esta vivencia? ; Com que não preciso mais manter uma relação? ; Quem são as pessoas com quem posso dividir minhas novas descobertas? ; Com quem devo modificar minha postura?; Por que não tenho sido alguém melhor para essa pessoa que é tão compreensiva comigo?

Conforme nossa consciência se expande, maior será a atenção e cuidado que devemos dedicar à forma como vivenciamos o mundo, o dia a dia, as pessoas, ás coisas e a nós mesmos.

A expansão da consciência traz consigo o poder da energia, o momento em que sintonizamos e unificamos nossas diversas facetas, quanto maior o estado de consciência, maior o alinhamento com nosso eu supremo e divindade, diante deste alinhamento a conexão com o todo é imediatamente estabelecida, portanto tudo, exatamente tudo o que vibramos será experienciado no agora.

É importante vigiar nossos pensamentos, atos e palavras, um pensamento ruim nos gera desconforto e desequilíbrio, seguido de culpa, que automaticamente nos desalinha, trazendo situações de desacordo, e somatizando doenças.

Quando agimos inconscientemente estamos à mercê de práticas negativas, trazendo conosco as mesmas problemáticas negativas de nossas atitudes.

Do ponto de vista positivo, funciona da mesma maneira, trabalharmos a paciência, a confiança, a generosidade, tranquilidade e vivencias de qualidade, nos encontramos em estado de plenitude para com o mundo e dentro de nós mesmos.

A Lei do retorno é inevitável, e quando despertos e conscientes, este retorno torna-se perceptível, e como toda a perfeição divina, serve para que conscientemente possamos aprender, tanto com os erros quanto com os acertos.

Somos responsáveis conscientes de tudo ao nosso redor, isso requer um trabalho contínuo da busca em nosso “Eu” interior de força, foco, persistência, essência e amor, somente o sentimento de amor traz a sabedoria necessária para viver a dualidade e equilíbrio entre o Ser Divino e o Ser na Terra. Todos são passiveis de equívocos, o ponto central é trabalhar a perfeição que já existe dentro de nós, vivenciarmos o agora e praticar a gratidão.

Perceba que a vida em tudo está, por toda parte, a consciência deve estar no agora, encontrar nas coisas simples a gratidão, e sentir o grande presente que nos foi dado em forma de vida.  Todo este processo é um trabalho feito de dentro para fora, à medida que trabalhamos internamente, o externo também é modificado, gerando o milagre da co-criação consciente.

CO-CRIANDO A REALIDADE

A co-criação de nossa realidade já é algo estabelecido, a verdadeira mágica está em experenciá-la conscientemente. É gratificante sentir que podemos escolher a forma como queremos viver, receber a prosperidade e a abundancia que já são nossas por direito, a consciência nos traz a incrível possibilidade de manipular a forma como queremos receber essas bênçãos. Basta expandir a consciência e trabalhar o amor dentro de nós mesmos.

O REFLEXO DE VIVER CONSCIENTE NA SOCIEDADE

Como toda energia e vibração, o que está dentro de nós é refletido para fora de nós, estamos falando de energia, uma consciência que está sempre em movimento, vibrando e expandindo a todo momento e em qualquer lugar, somos vibração pura, nossos pensamentos vibram, nossas palavras vibram, nossas intenções vibram.

Toda a vibração é refletida externamente, e quando conscientes podemos realizar infinitas mudanças em nossa sociedade. Começamos de um pequeno espaço em nós mesmos e então estamos prontos para possibilitar modificações notáveis no mundo em que vivemos.

Experimente praticar a gratidão e a gentileza por um dia inteiro, partindo de quando acorda pela manhã, levante-se com pensamentos positivos, olhe – se no espelho e dirija palavras positivas a si mesmo, se algo der errado ou estiver atrasado para o trabalho, concentre – se em não reclamar, observe aquele pensamento de estresse, e deixe-o ir, não permita que este pequeno pensamento direcione todo o seu dia. Chegando ao trabalho, agradeça por poder estar ali, por prover as suas necessidades financeiras, seja gentil com seus colegas de trabalho, não perca tempo desperdiçando-o com fofocas ou mau humor, seja honesto, sincero, sinta-se útil e produtivo a si mesmo e persista por todo o resto de seu dia em dar o seu melhor.

Quando você deixa de dar atenção a coisas negativas, estressantes e pouco importantes, você deixa de perder sua energia vital, consegue conservá-la para que a mesma te supra em seu dia a dia.

Logo, começara a identificar que pessoas à sua volta sentirão necessidade de se modificar, a partir de sua notável mudança, outros querem mudar, alguns só precisam de um ponto de partida, e pode ser você.

PRATICA NO DIA A DIA QUE FACILITA O PROCESSO DE EXPANSÃO DA CONSCIENCIA

Descreverei a seguir uma prática pouco conhecida, porém tem auxiliado pessoas no processo de expansão de consciência e no convívio com esta nova perspectiva de vida.

Muitos adeptos utilizam afirmações positivas, para alcançarem alguns objetivos, sejam materiais ou mesmo para realização pessoal.

Durante conversas entre amigos e pacientes observei que, assim como eu, havia dificuldade em utilizar as afirmações positivas no dia a dia, visto que ás vezes fica difícil afirmar para nós mesmos:  sou rica, estando com problemas financeiros, ou tenho saúde, mas estou com uma grave doença.

AFORMAÇÕES

Em busca de formas diferenciadas de trabalhar a positividade em nosso dia a dia de uma forma condizente com o agora de cada um conheci uma técnica chamada AFORMAÇÕES.

O que são Aformações?

Diferente de Afirmações, as Aformações são perguntas que fazemos a nós mesmos sempre no aspecto positivo, que fazem com que nosso subconsciente procure as respostas e estabeleça um vínculo com a pergunta feita, gerando assim a sensação de que faz parte de nossa realidade e induzindo-nos a encontrar a verdadeira positividade que há no agora, independentemente da situação em que nos encontramos. Por exemplo: Por que sou tão Rico? Por que são tão Feliz? Por que sou tão saudável?

A técnica de Aformações foi descoberta por Noah St. Jhon, autor do livro “O CÓDIGO SECRETO’, o autor explica que as “Aformações são uma descoberta de questões de habilitação que fazem com que a sua mente se concentre no que você realmente quer, e pare de se concentrar no que você não quer”.

Esse método faz com que possamos ver o melhor em nós mesmos, o que queremos SER, TER ou Alcançar.

Também há a responsabilidade de utilização deste método de forma correta, nossa mente reage a estímulos, portanto precisa de atenção para não voltar aos padrões indesejados.

Ao utilizar a técnica de Aformações, atente-se á positividade da colocação das perguntas e perceba as qualidades que já são suas, seus valores, o bem-estar e a confiança que existem dentro de você.

Evite utilizar termos negativos como:

Por que não consigo fazer?

Por que não sou merecedor?

Por que ainda não tenho?

Utilize perguntas de forma positiva:

Por que consigo fazer tudo o que me proponho?

Por que tenho tudo o que preciso?

Por que mereço tanto?

No despertar desta nova consciência e mudança de padrões, somos responsáveis por nossa evolução e expansão contínuas, utilize todas as fontes que de forma positiva transformam nosso dia a dia e contribuem na co criação do melhor que há em nós.

Tenham uma boa vida e Gratidão!

DO TER AO SER

06/03/2020 às 16h50

O processo “Do TER” ao “SER”, tem como ponto central a Mestria de si mesmo, o Equilíbrio entre a “Matrix e o Divino”, o reconhecimento do Ser Humano como uma parte indivisível de um “TODO” do qual Somos e fazemos parte. Descobre-se então, nosso estado Criativo, de potencialidades e autoconhecimento, amor próprio e ao próximo, empatia, o crescimento individual e coletivo. Em prol do bem maior.

O CHAMADO PARA A MUDANÇA

Cada um de nós em determinado momento da vida, nos deparamos com um forte desejo de mudanças. Em alguns casos, mesmo tendo alcançado todos os objetivos somos surpreendidos pela sensação de “vazio”, como se ainda faltasse algo para nos trazer o sentimento de totalidade e plenitude.

Começa como uma pequena chave que nos impulsiona a abrir a porta de nosso EU interior, á muito esquecido. Surgem perguntas como: Qual caminho a seguir? Qual é a minha missão de vida? Faço o que amo? Qual o sentido da minha existência? Tenho qualidade de vida?

Como um chamado de nosso EU, estas e outras perguntas passam a fazer parte de nosso dia a dia com cada vez mais frequência e intensidade, despertando em nós um novo “Estado de SER” de nossa existência.

DO “ESTADO DE TER” AO “ESTADO DE SER”.

Esse processo pelo qual passamos não é nenhuma novidade, o assunto já foi abordado por filósofos como Erick Fromm em seu livro TER ou SER (1987), por Sócrates – “conheça-te a ti mesmo”, Mestres como Buda com ensinamentos como ‘Você, o seu ser, tanto quanto qualquer pessoa em todo o universo merece o seu amor e sua afeição. ’

E Jesus quando disse: “Aqueles que sabem tudo, mas desconhecem a si próprios, são absolutamente carentes”. – e hoje abordado por profissionais da Psicanálise, por Palestrantes como Andre Piccirillo – Palestra Do TER ao SER (2019).

Muitos são os que reconhecem a necessidade de atribuir consciência a cada uma de nossas escolhas e atitudes, o fator determinante de quem Somos, partindo do ponto A – TER, POSSUIR, CONTROLAR, ADQUIRIR, COMPETIR – para o ponto B – SER, ESTAR, SENTIR, EXPERIENCIAR, POTENCIALIZAR, AMAR, DOAR.

Por toda a história humana, somos impulsionados desde muito cedo a conhecer e trabalhar diversas formas para TER, mas pouco encorajados e ouso dizer até que, desestimulados a SER. Existe a sensação de “vazio’, mesmo que muitos já tenham adquirido tudo ou alcançado seus maiores objetivos, todos eles são ‘vazios’ se baseados no ego e no TER.

DIFERENÇAS E CARACTERÍSTICAS DE TER E SER

TER

  • Propriedade e lucros
  • Falsa segurança/insegurança
  • Aquisições de poder e conquistas
  • Competição
  • Medo de perder o que já se tem ou posição alcançada
  • Comodismo
  • Conhecimento limitado
  • Ego
  • Crenças limitantes
  • Ideologias

SER

  • Questionar tudo ao redor, dentro de si e fora de ti
  • Autoconhecimento
  • Potencialização de valores, moral, criatividade, ética.
  • Bem-estar
  • Amar, doar
  • Reconhecimento e renúncia do Ego
  • Crescimento individual e coletivo
  • Existência baseada no bem maior
  • Quebra de crenças
  • Sabedoria

Á medida que transformamos o Estado de TER no Estado de SER, tudo à nossa volta também passa por transformações, tudo se reformula. Á partir da criação que surge dentro de nós mesmos é que co-criamos externamente um novo cenário condizente com o que Somos no momento.

Neste processo não existem regras para se auto conhecer e chegar ao Estado de SER, existem algumas ferramentas que podem auxiliar esta busca, como a Meditação, Ioga, terapias Reiki, processos de Coach, palestras de autoconhecimento e Crescimento Pessoal, entre outras.

VOCÊ – O PONTO CENTRAL

É importante entender que “Você” é o ponto central de toda esta mudança, é a partir de suas transformações internas que perceberá mudanças significativas em sua Existência. Faça perguntas a si mesmo, e através das respostas ou, a falta delas, trabalhe a auto- aceitação. Ignore o sentimento de culpa, caso este se manifeste, entenda que você sempre fez o seu melhor, dentro de suas limitações, até então, desconhecidas. Elimine o ego, tente observar as situações que te incomodam ou em algum momento já o fizeram sentir-se fraco, oprimido, ofendido e perdoe. Deixe ir o que não ressoa mais com sua nova realidade e condição. Visualize-se como um Ser único (no sentido de ter suas características únicas como um Ser individual) e importante, não aos outros, mas importante á si mesmo, alguém que merece atenção, cuidados, compreensão, perdão, amor e transformação. Neste momento, e somente desta maneira, é que poderá oferecer aos outros seres a sua volta a melhor versão de si mesmo e então eliminar o ‘vazio’ que agora, começa a ser preenchido por plenitude e perseverança.

A transformação do Estado de Ter ao Estado de Ser, como toda grandiosa e importante mudança, também traz consigo grandes responsabilidades e exige disciplina, afinal, manter o equilíbrio entre uma vida em 3ª dimensão e uma postura equivalente a dimensões mais elevadas, cujo trazem consigo o Divino, requer esforço e determinação, seria hipocrisia dizer que se trata de uma tarefa simples, quando as primeiras atitudes a serem modificadas dependem principalmente de desfazer crenças que desde o início de nossas vidas foram plantadas em nosso subconsciente e fizeram parte de toda nossa trajetória até este momento. A proposta aqui, não é tornar – se santo, abster-se de prazeres, bens materiais, deixar-se ser enganado, trata-se de dar a coisas, pessoas ou situações o Valor e atenção que a eles são merecidos.

OS OUTROS – O PONTO ESSENCIAL

Quando me refiro a dar ás coisas/pessoas ou situações o real valor que a elas pertence, considere como exemplo um carro: é muito útil, este bem material nos proporciona conforto e agilidade nos trajetos que precisamos percorrer e que fazem parte da nossa rotina, o que não o torna insubstituível, portanto este é o seu Valor, sua serventia em nossas vidas.

O mesmo deve ser aplicado a situações de conflito entre relacionamentos pessoais, quando somos atacados, desmoralizados verbalmente, devemos analisar a situação a partir de nós mesmos. Segundo Leandro Karnal em sua palestra para HINOE Fest 2017 – ‘NÃO PERCA TEMPO COM GENTE BABACA’‘ – quando alguém nos ofende, devemos pensar: o que esta pessoa diz, é verdade? Se sim, então ela está certa e não devo me ofender; se não, então não devo me preocupar, não é uma verdade”.

Quando tratamos de relacionamentos pessoais e convívio com outros, precisamos desenvolver a capacidade de compreender que não é necessário travar guerras, se algo em nós é alvo de críticas ou gera incomodo em outro, o problema não está em nós, e sim, no outro que não consegue lidar com suas frustrações, e não é nosso papel apontar dedos, se o convívio não nos traz bem-estar precisamos apenas nos afastar. Não somos obrigados a conviver em lugares ou com pessoas que não nos fazem bem, portanto a distância é nossa melhor aliada.

Bem como, devemos valorizar os momentos com pessoas e em lugares que nos trazem alegria, os bons amigos, os filhos, a família, o tempo de qualidade, os lugares que nos trazem paz, a risadas e todo o aprendizado por trás do convívio prazeroso, seja entre outras pessoas ou mesmo sozinhos. Á estes, também agregamos o verdadeiro Valor merecido, que não por acaso, são de valor inestimável.

Não importa o caminho, desde que o objetivo seja VOCÊ, se este momento já chegou a sua vida, se você já despertou para essa nova fase de sua Existência, seja receptivo consigo mesmo, escute seu coração e o que seu EU interior tem a lhe dizer.

A simplicidade de Ser está no ar que respiramos, no momento do agora, no silêncio, no sorriso e alegria sinceros ao nosso redor, na leveza da alma quando não estamos julgando, formando opiniões ou presos na rotina incessante de nossas buscas materiais. Perceba o mundo a sua volta e o quanto ele também se modifica de acordo com sua transformação; outros amigos, outras oportunidades, outras percepções, outros sentimentos até então desconhecidos por você e… Seja!

Referências :

Erich Fromm – TER ou SER? (1987)

André Piccirillo – Palestra Do Ter ao SER (2019) – Espaço Ter e Ser

Sites de pesquisas:

www.sabedoriapolitica.com.br/products/ser-ou-ter-e-as-condicoes-de-existencia-para-uma-nova-sociedade

www.efetividade.blog.br/a-diferenca-entrre-ser-e-ter

https://www.youtube.com/watch?v=7vc0ZbIujbo