Revista Statto

A arte imita a vida

30/10/2018 às 10h06

Os escritores têm uma leitura, uma decodificação da realidade para produzir suas criações. Quanto melhor está tradução mais famosa torna-se a obra. Eu adoro uma boa biografia porque vejo que a realidade propõe grandes histórias. Dedico o post de hoje às histórias grandiosas com personagens de fato. As biografias geralmente nos contam a história dos momentos mais importantes vividos pelo protagonista, mas também podemos acompanhar os acontecimentos que constroem uma época da história da humanidade.

Vale Tudo – Tim Maia
Autor: Nelson Motta

A coluna central deste livro é a história, de vida desregrada do cantor, e de todos os acontecimentos que o definiram como um grande compositor e interprete, e de todos os problemas que enfrentou durante o regime que estava sendo usado no país e que ditava as normas e formas de expressão.
Além de discursar sobre uma época de ditadura no país Nelson Motta nos presenteia com informações preciosas sobre o nascimento e a construção de duas grandes vertentes musicais:
A Bossa Nova e a Jovem Guarda.
Com humor e muita bossa o autor traz para os leitores uma época de ouro da música brasileira.


A Imperatriz de Ferro
Autor: Jung Chang

A história de uma pequena mulher que se torna uma das concubinas do imperador na china.
A imperatriz observa sua inteligência e sagacidade e a traz para perto de si como amiga.
Quando o imperador morre é a ela que recorrem.
Uma leitura completa e deliciosa da hierarquia no império chinês e sua ascensão a modernidade.


A Casa Gucci
Autora: Sara Gay Forden

Uma saga familiar com direito a assassinato, intrigas, roubos e grandes paixões.
A aparente carga de moda que este nome carrega desvenda para nós toda a história do couro no mundo.
Desde os primeiros testes com este material maravilhoso até os grandes movimentos na economia mundial e como se tornou segunda linha na China. Uma obra prima de numerosas informações. Escrita com punho de grande sabedoria, a autora te prende e te encanta.

Jizanne Carbonell

Por

@jicarbonellLivreira, psicóloga e trabalha com hipnose. Itaara/RS

Saber ler

13/09/2018 às 10h11

Todos os nossos hábitos são construídos por costumes. Bons costumes fazem bons hábitos e bons hábitos constroem um bom caráter. Ler é assim… Precisamos do costume.

Para criar o costume de ler precisamos de um passo a passo que irei dar para ti. Não existe quem não gosta de ler e sim quem não sabe como ler.

Quando compramos um livro por indicação ou pela orelha do mesmo, antes de adquiri-lo sugiro que leia as cinco primeiras páginas, porque o autor tem que falar contigo. A orelha e a indicação são de outrem que não o autor. E nem sempre o contar dos outros será sua leitura, ok? Assim se forma o leitor que desistiu “Não gosto de ler”.

A ideia desta coluna será justamente isso, selecionar títulos de acordo com temas e passar dicas preciosas sobre o ler… Muito bem vindo toda e qualquer forma de sugestões!

Comecemos com dicas básicas para ser iniciado neste mundo maravilhoso da leitura. Isso será preciso até tu aprenderes teu caminho porque depois não terás quase seleção (risos).

  1. Prefira folhas amarelo claro (a branca reflete muito e a amarelo escuro parece cansar mais);
  2. Livros finos com até 300 páginas;
  3. Muito diálogo na escrita;
  4. Procure por autores que escrevem sobre algum interesse seu.

O tema de hoje será um exemplo de livros para começo, isto é com as características citadas.

Não conte a ninguém
Autor: Harlan Cobem

Uma mistura de suspense com romance, muito envolvente. Um casal que se conhece desde a infância e tem por hábito, todo o aniversário do começo do romance, ir a um lago marcar o dia em uma árvore, neste dia específico quando a moça mergulha no lago para verificar algo no carro do outro lado, ela desaparece.
Ele fica responsável por este desaparecimento sendo investigado. Quando 8 anos depois ele a reconhece em um vídeo …o livro realmente começa…
Este autor tem muitos títulos traduzidos e tu irás viciar nele.


O cavalheiro preso na armadura
Autor: Robert Fisher

Uma fábula que faz analogia as nossas cascas nossas sombras. Um livro de duas horas de uma leitura muito agradável e que nos faz pensar.
Ao termina-lo tu jamais serás a mesma pessoa.


Sete dias para uma eternidade…
Autor: Marc Levy

Quando Deus acha que o Diabo está exagerando na terra em maldades faz contato e reclama. Eles entram em um acordo e Deus envia a terra seu melhor anjo e o Diabo seu pior Diabinho.
Assim eles verificaram a quanto anda o peso da bondade e maldade.
Um livro divertido com humor requintado é um enredo que te prende até o final.


 

Eu sou Jizanne Carbonell, livreira, psicóloga e trabalho com hipnose. Tive uma livraria chamada “Livraria Café Conceito”, em Gramado. Tenho um grande prazer com a leitura a ponto de trabalhar com ela. Espero poder colaborar com todos que querem aprender o hábito de leitura e poder trocar ideias com quem já é um devorador deste arte maravilhosa.

Grande abraço.

Jizanne Carbonell

Por

@jicarbonellLivreira, psicóloga e trabalha com hipnose. Itaara/RS