Revista Statto

VOLUNTÁRIO

03/06/2020 às 10h20

Quando só depende da vontade própria, daí a grandeza de exercer o voluntariado! Se cada um doasse um pouco da sua energia e do seu tempo, em prol do outro, estaríamos mais fortalecidos, unidos e equilibrados. Se cada um desempenhasse suas funções no Planeta, como cidadãos, vizinhos e parentes, o Mundo ao redor teria mais recursos e opções de bem-estar.

O individualismo, o materialismo, as diferenças sociais e econômicas, de diversos lugares ao redor do Mundo, deixaram de olhar para o lado…

Então, num Mundo tão concreto, receber espontaneamente ajuda, é sim, um ato de grandeza e amor, sem esperar nada em troca. Apenas bons frutos de um plantio farto de amor!

Minha caminhada nessa estrada voluntária, foi em busca de algo que eu pudesse ser instrumento de melhoria para a sociedade. Então procurei a Luciana Lobo, (idealizadora do Instituto ZenCâncer – associação civil, sem fins lucrativos, um belíssimo projeto para os pacientes oncológicos), através das práticas integrativas e complementares.

Como sou Terapeuta Alternativa, desenvolvi a aplicação de Barras de Access realizada em uma postura de yoga restaurativa (shavasana), que traz um maior relaxamento durante a sessão.

Outro projeto voluntário é o Terapi.ar (terapias ao ar livre), realizado mensalmente no Palácio do Catete – RJ.

A idéia é atender as pessoas que frequentam o local e divulgar um pouco mais das terapias complementares.

Realizamos atendimentos gratuitos com: Barras de Access, Facelift, Thetahealing e Reiki.

E assim venho contribuindo, do meu jeito, com a minha disposição e amor.

Muito grata ao Universo por ser essa energia de contribuição e estar aqui e agora, relatando essa experiência com vocês. GRATIDÃO!

AMOR UNIVERSAL

23/05/2020 às 11h02

É pureza, é olhar, é sentir, é se alegrar. É se ajudar, é se integrar, é se achar. É deixar ir e também deixar ficar. É sem troca, é sem intenção, é só amar…

É olhar para dentro, é querer contribuir e ver melhorar. De que adianta guardar, se eu posso e tenho amor para dar. De que adianta esperar, se eu posso e devo compartilhar.

Se eu parar para pensar, eu deixo de sentir e de conectar. Se eu parar para olhar, eu deixo de admirar e de me doar. Se eu parar para falar, eu me perco ao explicar e o que era fluidez, perde rumo, perde a vez.

Se eu tenho a chance de emanar, eu vou vibrar! Se o Universo se expande ao meu desabrochar, todos os dias agora estarei lá!

Como todo processo da lei natural da vida, eu também posso nascer, crescer, evoluir, amadurecer, morrer e então, renascer!

Tudo está em movimento, não há tempo para questionar, vamos seguir em frente, adiante e logo a frente, hei de te encontrar….

Não é fácil nascer com pureza e ao longo da vida, me contaminar… São decepções, lamentações, traições, que eu tive que experimentar. A minha essência grita de dor, pois me deixar levar é pior que me reinventar.

O Amor que semeia todas as dimensões, por ser puro e único, não cabe apenas em nós, mas sim, em todos os seres universais.

Liberdade é amor. Então para ser feliz, tem que deixar fluir a voz do seu, do meu, do nosso coração. Deixar sorrisos pelo ar, deixar a alma se entrelaçar, deixar os olhos nos guiar.

Só assim a vida pode dançar ao som da batida perfeita, que toca a música da alma, aquela que transcende por inteira.

Com respeito e adoração, dentro de mim agora, tudo começa a bailar, sem perder ou desafinar, o som que emite o que é amar!

TERAPIAR – TERAPIAS ALTERNATIVAS

24/04/2020 às 10h35

A função de um Terapeuta Alternativo, é trazer bem-estar para o paciente através de vivências integrativas. Ao longo da minha experiência, fiz a junção de algumas técnicas, atuando juntas, para um melhor resultado.

A Yoga Restaurativa é uma prática terapêutica que busca o relaxamento físico, mental e emocional, através de posturas e da utilização de “props” (mantas, blocos, almofadas, cintos e outros).

Essa é a técnica de base para ser efetuar a “bricolagem” (junção de duas técnicas) com meditação ou barras de access, por exemplo.

A essência do trabalho terapêutico, é buscar na raiz do problema, o motivo, causas e associações, que levam aos sintomas em manifestação (ansiedade, depressão, baixa estima, síndrome do pânico, medo, tristeza, entre outros sintomas).

Através dessas ferramentas terapêuticas, complementamos, potencializamos uma terapia convencional, por exemplo.

Muitas pessoas procuram a constelação familiar, porque o psicólogo (a) indica esta terapia, pois acredita que ela pode complementar o trabalho psicológico, buscando na raiz da questão, um melhor resultado.

A verdade aos meus olhos é que, quem procura qualquer tipo de terapia, precisa estar aberto ao tratamento, para que os resultados

AMIZADE

20/04/2020 às 08h34

Seria estranho se não houvesse uma caixinha do pensamento, aquela que guarda todas as lembranças e sentimentos desde a nossa infância. Essa caixinha, se bem guardada, conservada e cuidada, pode durar por uma eternidade, carregando consigo, registros de amor e companheirismo.

A base que alimenta essa caixinha, é o respeito, pois sem ele, as regras básicas dos relacionamentos, não se sustentam. Tem gente que ao longo da vida, vai se esquecendo de nutrir essa caixinha, ou nutre com registros negativos e desequilibrados, com sentimentos negativos e a caixinha fica esquecida, suja e em desuso.

Estou falando de uma caixa que bate aí, dentro de você, todos os dias. Uma caixa que acelera ao sentir um cheiro específico, uma música ou um pensamento…

Se você carrega amizades da sua infância, boas histórias ficaram vivas na memória; se você ingressou na faculdade e dali nasceram parcerias para a vida adulta, muitas alegrias e aventuras, serão partilhadas com seus filhos e família; se você entrou para o mercado de trabalho e um colega te convida para conhecer seu mundo fora dali, provavelmente, essa amizade vai durar para a vida toda!

Agora, meu amigo, de que adianta passarmos esse filme na sua mente, recordando etapas de vida, se você não as cultivou, alimentou, cuidou da sua caixinha…. Ela poderia estar agora, vibrando com todas as lembranças de diversas amizades que ao longo da vida, você vivenciou.

Ser amigo, é saber que existe uma caixinha cheia de amor, respeito e lealdade a ser cultivada. Como a árvore, que leva décadas para crescer e minutos para ser derrubada, a amizade pode sofrer as mesmas consequências, portanto preserve a sua caixinha, para ter recordações e continuar vivendo as pequenas coisas da vida e as mais importantes: A família e os amores que escolhemos através da AMIZADE. (Homenagem ao dia da amizade)

CONEXÃO DOS SENTIDOS

12/04/2020 às 10h26

Ao abrir os olhos, a vida nos impulsiona, nos guiando para o sentir. A dádiva de poder vivenciar cores, formas e contextos através da visão, é o que vai determinar nossas escolhas entre bom e mau, certo e errado, preto e branco, fechado e aberto. A visão é a janela da nossa alma para o mundo, é a oportunidade de contarmos e fazermos a nossa própria história de vida.

Agora, se fecharmos os olhos e mergulharmos para nossa atenção ao redor, vamos poder ouvir o pulsar da Terra, o pulsar dentro de nós, o pulsar fora de nós…. Tudo emite som. O som é o alerta das coisas boas e ruins, é o mensageiro da alegria e da tristeza. É ele que ressoa no ar, na água e dentro de nós. Através do som (música), o mundo fica interligado numa mesma intenção e pensamento. O som é poderoso e infinito.

Sobre o sentir… sentimos o tempo todo. Muitas vezes, não queremos sentir, mas já foi. O gosto nos remete às lembranças do passado, lembranças de uma infância pura. O registro de um gosto doce ou salgado te levará sempre a aquele lugar especial. Uma comida favorita, um vinho adormecido, o gosto de um beijo.

E como se toca a alma? Imprimir nosso toque na vida, demonstrar nossa força, nossas ações, nossa urgência em sermos felizes… O vento quando toca nosso rosto, faz aquele acalanto gostoso, acalma nossos poros e limpa nossa mente e nosso coração para o outro dia que está por vir.

Os sentidos englobam as pequeninas coisas da vida, nos torna mais atentos, mais sensoriais, mais responsáveis por nossas atitudes e quereres. É como se tudo ao redor, começasse a se apresentar de um jeito novo, pois só no sentir, adquirimos leveza.

Somos presenteados a todo instante com essa base de sentidos. O que nos faz renegar uma delas, muitas vezes é o nosso medo, nosso receio, nosso talvez…. Porque tudo faz sentido, naturalmente! Sentir dói, sentir mostra a realidade da vida, sem rodeios.

Você já deixou seus sentidos agirem naturalmente dentro de você? Experimente ouvir a voz do seu coração, ver a vida se reinventando, toque a água límpida por alguns segundos e depois beba dessa água. Curando os males que você plantou por todos esses anos de vida.

Só você pode se regenerar, se aceitar e renascer.

Fez sentido para você?