Revista Statto

Exercícios coletivos e em dupla estimulam a prática de atividades físicas

26/02/2019 às 15h01

A importância da afinidade entre aluno e professor tem um peso enorme no rendimento final, e o treinar acompanhado também tem crescido cada vez mais trazendo uma redução no estresse e a interação social e o apoio encontrado entre os praticantes onde um apoia o outro e o rendimento se torna maior.

Estudos realizados e eu na prática do dia a dia tenho notado que realmente está cumplicidade conjunta de exercícios também estimula o sentimento saudável de competitividade entre os praticantes.

Pois a competitividade é algo natural, logo praticada saudavelmente em um treino ajuda a ultrapassar desafios e estipular novas metas.

Manter a assiduidade sem dúvida principalmente para quem é sedentário e não muito adepto a rotina de atividades físicas se torna mais difícil, porém quando se tem uma companhia para ir à academia com você e não te deixar sair do foco já é um ponto a mais no estímulo aumenta a motivação, trazendo melhores resultados.

Então, ano terminando e um novinho aí para ser projetado com muita vida saudável, muitas atividades físicas, deixe um pouco os celulares, a internet, corpo humano necessita de energia, movimento e saúde e então convide um parente, um amigo para fazer atividades, e com a orientação e o acompanhamento de um profissional onde você tem uma garantia maior de que está fazendo as atividades da forma certa.

Lembrando que o cuidado deve ser do corpo e mente!

Alunas da Marcia
Marcia Lima

Por

@marcia.lima.5602São Gabriel/RS

Jump

18/12/2018 às 00h32

O Jump é um exercício que exemplifica como os saltos trazem muitos resultados, melhorando a capacidade cardiovascular, além de ser muito divertido.

O gasto calórico em uma aula de 30 min. a 50 min., é possível queimar de 200 a 500 calorias, além de fortificar os músculos do abdômen, das panturrilhas, coxas e glúteos, trazendo benefícios para o tratamento de celulite e também diminuindo o inchaço do corpo.

São aulas de fácil acesso para todas as pessoas, contando com músicas contagiantes, coreografias com diferentes graus de complexidade e intensidade. Porém, se você tem alguma lesão nos joelhos, precisa fortalecer os músculos e as articulações antes de entrar no ritmo.

Lembrando que além de melhorar o condicionamento físico, as aulas de Jump melhoram muito a sua autoestima, pois há muita diversão, inventividade, alegria e ajudam a exercitar as cordas vocais, pois tem que soltar a voz nas aulas.

Depoimento

“Sempre fui uma criança magra, na minha adolescência também, a partir dos meus 13 anos comecei com um vício terrível, comecei a fumar, até os meus 36 anos. Até que um dia passei mal, e resolvi largar o vício do cigarro, não foi fácil, pois troquei o vício do cigarro pela compulsão de comer, comecei a comer muito, só queria comer e dormir.

Um belo dia fui a uma farmácia, e minha filha falou, vamos nós pesar mãe. E eu falei vamos, mas é segredo ok, e subindo na balança o resultado foi de 101 kg.

Com 1m69 de altura com 101kg, meu “Deus” fiquei apavorada, comecei uma briga mais uma vez, agora com a balança.
Novamente comecei a mudança na minha vida, troquei os bolos e doces por frutas e legumes e minhas principais refeições eram somente proteínas.

E, partiu Academia! Pois precisava fazer uma atividade física, comecei com aulas de spinning, mas não era ainda o exercício certo para mim, depois comecei no Jump, gostei, mas ainda estava em dúvida, mesmo assim fui na segunda, na terceira aula, e na semana seguinte aulas com uma professora nova, com muita energia, aulas elaboradas, coreografia novas. Fui me encantando pelas aulas e com palavras de incentivo comecei a perder peso, primeiro ano de aulas de Jump perdi 10Kg.

BÓRA! Já estava me sentindo uma nova mulher, mas como ainda não estava satisfeita, foquei no meu objetivo, com muito incentivo e dedicação da professora nota 1.000, e uma aluna dedicada, emagreci mais 10Kg, muito feliz com 20K a menos.
Porém nem tudo é um mar de rosas, nossa professora muda de cidade, ficamos sem aulas de Jump, mas não desanimei, comecei a fazer caminhadas, corridas e muita alimentação saudável, frutas legumes, proteínas e muita água.
Neste meio tempo, nossa professora volta, que notícia maravilhosa, para comemorar, mais focada ainda e feliz por estar fazendo Jump novamente, perdi mais 10Kg.

Com 30Kg a menos e muito feliz, pois além de uma professora ganhei uma amiga minha Musa inspiradora, hoje com 45 anos, sem vício e pesando 70Kg, me sinto uma mulher nota 1.000, pois consegui meu objetivo, sem cirurgia, com exercícios, alimentação saudável, muito foco, determinação e é claro com uma professora 100% energia.”

Marcia Lima

Por

@marcia.lima.5602São Gabriel/RS

Atividade física, condicionamento, bem-estar e treinamento funcional

30/10/2018 às 11h12

O condicionamento físico nada mais é que a capacidade de realizar atividades físicas, e o exercício físico é a atividade planejada. Práticas regulares ajudam no controle do peso e podem tratar diversas doenças, pois são aliadas da saúde. Contudo, o vilão sedentarismo está cada vez mais ganhando espaço em nossas vidas, porque não reservamos um tempo para esse cuidado.

Para se manter condicionado, o indivíduo deve regularmente se exercitar. O exercício fortalece o coração, permitindo que ele bombeie uma quantidade maior de sangue em cada batimento.

Na atualidade, o treinamento funcional vem sendo o xodó de quem não tem muito tempo e tem pressa para realizar seus objetivos, pois mantém a sua essência como um método de treinamento com melhoria da aptidão física relacionada à saúde ou à performance e prevenção de lesões.

A origem do treinamento funcional está na própria existência humana, onde já foi questão de sobrevivência e hoje é utilizado como método de treinamento, melhorando a sensação de bem-estar, podendo até mesmo ser utilizado como uma alternativa para quadros de depressão, melhora da autoestima e preparação de crianças e jovens para testes físicos escolares.
No entanto, é fundamental que a prática de exercícios físicos seja bem orientada e realizada de maneira segura, para que não deixe de proporcionar a todos os seus benefícios, cuidados e satisfação.

Na próxima matéria, estarei falando um pouco de aulas de Jump, trazendo depoimentos e fotos do antes e depois de uma aluna que perdeu 26kg!

Marcia Lima

Por

@marcia.lima.5602São Gabriel/RS

Cuidando de você

13/09/2018 às 13h06

Para ter uma vida saudável é muito mais fácil do que você imagina. Pequenos hábitos fazem toda a diferença para viver mais e melhor. Recicle suas atitudes, invista em você e valorize ainda mais a sua saúde.

Confira dicas para ter uma vida mais saudável.

Alimentação saudável

Tenha uma alimentação balanceada, isso pode determinar a qualidade da sua vida. Inclua em sua dieta, frutas, verduras, fibras, e deixe de lado alimentos gordurosos e ricos em açúcar. Lembre-se que o seu prato deve ser sempre bem colorido para que contenha os mais variados nutrientes e que a combinação “feijão e arroz”, também é muito saudável.


Faça atividade física

Estudos de Silva e Tomasi (2010) observaram que, quanto mais ativa é a pessoa, melhor é sua qualidade de vida. Além disso, dentre as diferenças de quem pratica atividades físicas e das que não praticam, estão melhoras na saúde, influenciando também nos aspectos psicológicos e de autoestima. Lembre-se que tão importante quanto fazer exercícios regularmente, é escolher uma modalidade que lhe proporcione prazer e bem-estar.


Use filtro solar

O protetor solar deve ser usado todos os dias, com sol ou não. A exposição solar em excesso é o principal fator de envelhecimento precoce e, acumulada, a longo prazo, pode desencadear o câncer de pele. Quem fica exposto à luz artificial e trabalha com o computador também deve passar o protetor diariamente. Estudos recentes relatam que a luz fluorescente pode ser tão prejudicial quanto os raios solares.


Tenha um tempo só seu

Organize sua agenda e disponha um tempo para você mesmo, assista a bons filmes, leia livros, encontre os amigos, ouça música, dance, respire o ar puro. Vale tudo para desacelerar, se distrair e descansar.


Durma bem

Uma noite bem dormida garante disposição e vitalidade para as tarefas do dia seguinte. Dormir bem está intimamente ligado à qualidade de vida. O sono revigora, melhora o humor, fortalece a memória, favorece o desempenho mental e físico.

Marcia Lima

Por

@marcia.lima.5602São Gabriel/RS