Revista Statto

A GRAÇA DE VIVER NO AGORA

17/03/2020 às 23h00

O que mais é comum na nossa atualidade é ver as pessoas correndo contra o relógio, vítimas do tempo, correndo contra a própria história, sentindo-se estressadas, angustiadas, incapazes, sobrecarregadas, fisicamente e emocionalmente cansadas.

Mas o que é o relógio, se não apenas uma ferramenta para marcar o tempo?

E de que tempo estamos falando, sendo que este é apenas uma percepção de cada um?

E qual tempo temos disponível em nossas mãos se não apenas o momento presente, o aqui e agora?

O passado foi um tempo que ficou para traz e só pode nos trazer recordações e aprendizados, porém, nada mais acontece lá, não há ação no passado.

O futuro, ah o futuro, um tempo de espera de coisas melhores, sonhos, entregas, uma ilusão criada por nossa mente, nosso ego, algo idealizado que não temos a certeza se encontraremos. E lá, no futuro, também não é possível gerar ação.

O fato curioso é que estamos presos na maior parte das nossas vidas revivendo um passado, ou estressados com a percepção de um futuro, e não plantamos no tempo presente, o único lugar onde se pode semear, cuidar, viver e amar. O tempo que é o verdadeiro sinônimo de ação!

Aprisionados por esses sentimentos e conflitos internos, deixamos de contemplar toda a beleza que já temos em nossas vidas, e nos enfraquecemos cada vez mais, minamos nossa capacidade de sonhar e agir em prol dos nossos objetivos.

Passamos uma vida produzindo, entregando e no entanto, sentimo-nos frustrados porque os resultados não vieram conforme o esperado.

A minha pergunta é? Será que esses resultados foram cultivados num solo de dor? No tempo do seu semear, que é o tempo presente, onde estava o seu coração? Qual sentimento estava reinando sobre você?

Faz sentido dizer que colhemos o que semeamos, e que o regar, as boas propriedades do solo favorecem ainda mais a fertilidade, resultando num bom cultivo e colheita?

Então será, que talvez, e apenas talvez, vivendo nessa ilusão de um futuro ou até mesmo na prisão de um passado, estamos deixando de semear com amor?

E como podemos esperar por resultados satisfatórios, realizadores, se a dor prevalece em nossa trajetória?

E afinal, o que é a dor, se não a insatisfação permanente da alma, manifestada através de algum sentimento ou emoção? Medo, tristeza, frustração, estresse, julgamento, comparação, incapacidade, e tantos outros sentimentos e emoções que experimentamos ao longo da nossa caminhada.

A beleza do viver está em aproveitar o caminho, focar no resultado sim, mas apreciar o caminho, simplesmente se entregar, fazendo o seu melhor, o seu melhor amor, a sua melhor doação, a sua maior entrega, e ainda apreciar a caminhada com leveza e gratidão, porque o mais bonito da vida está no caminhar, nas pessoas que encontramos, nos desafios que superamos, nos sorrisos que recebemos, nos abraços que nos acalentam, nas mãos que nos seguram, nos joelhos que se dobram para nos levantar, nas preces que entregamos confiados numa intervenção Divina, na música que nos inspira, na criação que nos encanta mostrando a grandeza de um Deus Soberano.

A verdadeira felicidade está no caminho, porque o caminhar acontece no tempo presente! E esse é o nosso maior presente.

No aqui e agora não há problemas, não há sofrimentos.

No aqui e agora há uma infinitude de amor e compreensão, de paz e equilíbrio, um duradouro estado de amor e graça, uma sabedoria suprema, conexão com a nossa espiritualidade e um solo fértil para colher amor, abundância e felicidade.

O que é o tempo, se não o presente?

Convido você a viver o aqui e agora, a viver num estado de graça e amor!

MERECIMENTO, ENERGIA E ABUNDÂNCIA

28/02/2020 às 15h52

O Universo foi criado por energia.  A energia sublime do amor! O amor do Pai, o Criador de tudo e de todos! O próprio Deus é Energia.

Quando compreendemos e aceitamos que Deus é Tudo e o Todo, e que nós somos parte do todo, e que assim tudo que existe e se manifesta no plano físico e espiritual é energia, reconhecemos o poder de Deus, da sua criação e reconhecemos também o nosso papel de filhos, criaturas de um Deus abundante, feitos à sua imagem e semelhança, e que assim tal como nosso Pai também somos energia e através do que emanamos ao Universo, criamos à nossa existência atual. Tudo o que temos, somos, sentimos, seja bom ou não tão bom foi atraído por nós.

Essa tomada de consciência é essencial para a evolução humana e para o desenvolvimento da vida aqui, em seus mais diversos aspectos.

Você se sente totalmente abundante? Já parou para refletir sobre isso?

Será mesmo que as situações que causam ou causaram incômodo e desconforto em certas fases de sua vida foram culpa do destino, de Deus, das pessoas, ou até mesmo uma mera coincidência do acaso?

Será de fato que a justiça Divina, Suprema, Maior em bondade, graça e amor, permitiria que outros serem interferissem no nosso livre-arbítrio a ponto de escrever a nossa própria história?

Ou será que esse Deus, Força Universal, Inteligência Infinita, como você assim preferir chamar, dentro da sua crença no que fizer sentido para você, (e aqui, peço permissão para escrever da forma que faz sentido para mim e me conecta com a minha espiritualidade, que me reconheço como ser espiritual num mundo material, que é Deus. No entanto, peço que fique com a minha melhor intenção, e todas as vezes que o que ler não fizer sentido para você, por favor, mude as minhas palavras, de forma que o contexto geral desta mensagem possa chegar ao seu coração gerando reflexões e insights poderosos para contribuir positivamente com o seu crescimento e evolução) ao lhe enviar a este mundo o trouxe para uma missão maior, no entanto, por amor e para seu próprio aprendizado, a cada novo dia, escolheu lhe dar folhas da vida, páginas em branco, para que você mesmo fosse o autor da sua própria história, através dos seus aprendizados, escolhas, conexões?

Faz sentido para vocês que uma vez que a vida nos foi dada, nos foi dado o direito de fazer escolhas, e portanto, todas elas, independentes dos sentimentos que nos geraram, de sucesso e insucesso, de alegria e dor, de abundância e escassez, de amor e desamor, tudo foi, é, e continua sendo única e exclusivamente responsabilidade nossa?

Partindo desta premissa, convido você a uma autorreflexão sobre suas mais íntimas e importantes questões sobre a vida, sobre a sua vida.

Permita-se por alguns instantes, olhar para dentro de si, e responder-lhe:

O que estou fazendo aqui? Por que nasci?

Quais meus dons e talentos? Como posso usá-los e servir o mundo com eles?

Porque estou aqui, neste exato momento, nesta família, neste trabalho, com esses amigos, relacionamentos?

Por que acordo todos os dias de manhã? Qual a verdadeira força interna que me move a viver?

Por que faço o que faço? Por que acredito no que acredito, sobre a vida, relacionamentos, trabalho, prosperidade, espiritualidade?

Qual a maior verdade que existe em mim?

Quais valores norteiam a minha vida?

Quais as coisas que não abro mão?

Como me sinto em relação ao dinheiro, a falta ou abundância dele?

Sou merecedor de receber a abundância da vida?

Quais meus sonhos? O que verdadeiramente faço na prática para realizá-los?

Enfim, são inúmeras as perguntas que aguardam as respostas que estão dentro de você!

E aqui a grande questão é: O que a energia tem a ver com tudo isso? Com a abundância, com o amor? O que essas perguntas trazem de positivo para mim?

O primeiro passo para desbloquear a abundância em sua vida é o processo do autoconhecimento.

O processo do autoconhecimento se dá em conhecer a nossa verdade mais íntima, o nosso funcionamento mental, como pensamos, como sentimos, o que acreditamos, e é impossível desenvolver esse nível de consciência sem olhar para dentro de si e procurar as repostas para as suas perguntas, perguntas que talvez você nunca tenha tido a coragem de se fazer.

Pergunte-se, pois na busca de suas respostas, do seu significado de vida, você encontrará a cura.

Se você entender o seu sistema de crenças, os seus significados sobre a vida, conhecerá suas raízes mais profundas, a sua fonte de energia, a estrutura dos seus pensamentos e entenderá porque tem os resultados que tem, e muitas vezes são os resultados que não gostaria.

As suas raízes alimentam-se da sua energia, e a sua energia retroalimenta as suas raízes.

Se elas forem fortes e saudáveis você produzirá lindos frutos e vida abundante, no entanto, se elas estiverem fracas, os frutos serão proporcionalmente fracos.

Ao trabalhar o mais íntimo do seu ser, as suas crenças mais profundas, as suas percepções sobre a sua história, você terá o poder de potencializar tudo aquilo de bom que já existe dentro de você, assim como poderá trabalhar para mudar o que não está favorecendo seu crescimento.

A mudança começa em você, de dentro para fora, do invisível para o visível. Do mais profundo para a superficialidade, do inconsciente para o consciente.

Aprofunde-se no seu autoconhecimento, conheça seu sistema de crenças e valores, mergulhe no mais íntimo do seu ser, você já tem dentro de si todas as respostas, busque-as.

Encontrando as respostas, descobrindo suas crenças conscientes e inconscientes você pode desbloquear a energia da abundância, através de novas crenças, e sentir-se totalmente livre e merecedor de todo amor Divino, toda a abundância Suprema, porque para Deus, para o Universo, você é perfeito e frutífero, tal como foi criado em essência.

O que acontece, é que ao chegarmos nesta vida nos desconectamos da Fonte, do manancial que emana vida e que rega nossas raízes, e assim, mal irrigados, malnutridos, ficamos bloqueados de desenvolver todo o nosso potencial, nossa visão torna-se limitada uma vez que está distante da Fonte Suprema, e assim, vamos aceitando verdades para nossas vidas que não condizem com a nossa verdadeira essência.

Ao buscar as respostas de quem você é, as suas verdadeiras verdades, você se reconecta com você, com Deus, a sua Fonte de Amor, e adquire uma nova visão, a visão sistêmica, universal, maior, e a medida que isso acontece, seu nível de consciência aumenta e você começa a ressignificar a sua própria história.

As energias são desbloqueadas, você volta a beber e se alimentar diretamente da Fonte, do Manancial de Vida, do amor, da alegria, da bondade, da compaixão, da aceitação, do não julgamento, da sua espiritualidade, da centelha divina, a reconexão acontece, agora você é nutrido pelo Pai, e crê verdadeiramente que toda a abundância está e existe dentro de você, ela nunca saiu de lá, mas você não podia ver.

Permita-se se conhecer! Busque suas verdades! Conheça suas raízes! Reconecte-se com a sua missão! Seja quem foi criado para ser! A abundância está aí!

A abundância é o equilibro em nossas vidas, é a energia pura em todos os níveis manifestando amor, saúde, plenitude, dinheiro, prosperidade material, física e emocional, porque afinal, tudo é uma coisa só, tudo está interligado, tudo é energia, manifesta de formas diferentes.