Revista Statto

VITOR VIEIRA LANÇA O LIVRO – VOZ DA LUZ – VIAGENS ASTRAIS, MISSÕES TERRENAS

23/06/2020 às 13h21

Vitor Vieira cantor, compositor e escritor de 24 anos lançou recentemente seu primeiro livro, “Voz da Luz – Viagens Astrais, missões terrenas”.

Nesse ano de 2020, Vitor resolveu compartilhar um pouco mais de sua história e assim escreveu e lançou sua primeira obra publicada oficialmente por uma editora, Chiado Books.

Comecei o livro em 2017 e demorei mais o menos um ano para escrever tudo que julguei necessário compartilhar, existem muitas histórias desde que tudo começou, algumas eu me sinto à vontade para falar sobre, outras eu ainda estou em processo de entendimento, no livro contei tudo que faz sentido para mim, só agora em 2020 sei que realmente estou pronto para dividir minha vida espiritual com o mundo, e já tenho história para mais um livro, que com certeza irei compartilhar com vocês.

Acredito que somos todos um só, dentro de cada particularidade, somos irmãos, aprendendo e evoluindo dia após dia, sempre em busca de somar e multiplicar conhecimento e sabedoria, agradeço a todos que me fortalecem, e posso dizer que sou feliz em ter condições de fazer o que eu faço, muita luz e amor para nós.

Link do Site oficial: https://www.vozdaluz.com.br/

EXTENSÃO

02/03/2020 às 11h19

Nosso corpo é nosso templo, nosso corpo é a extensão de nossa alma, nosso corpo é a síntese de vidas já passadas por ele, talvez não fisicamente ou mesmo em matéria, mas a mesma consciência em cada corpo. Nosso corpo é um baú junto ao nosso espírito, com tesouros e mistérios, medos e desejos; entre o bem e o mal, existe nós.

Somos o abismo que separa cada rótulo, dogma e paradigma imposto por nossas diversas versões.

Quem? O que somos? Por que somos?

Essas questões são, sem dúvida, de suma importância para nossa busca em sentido à evolução, mas existem algumas questões que eu acredito que podem vir antes dessas, como: eu sou feliz? Eu amo quem me ama? Eu busco amar? Eu sei o que é amor? Em que eu acredito? Eu quero acreditar? Qual meu maior medo?

Vivenciar uma vida repleta de dúvidas é uma vida repleta de respostas.

Nem sempre ouvimos o que queremos, mas sim o que precisamos, e não ter resposta já é uma resposta, então cuidado com o que deseja, se entregar para si mesmo é mergulhar em uma fonte de luz e escuridão; conhecer a si mesmo é olhar no olho do nosso verdadeiro “EU”, e entender, quem sabe, as questões: quem eu sou? O que sou? Por que sou?

Sempre que subimos um degrau na escada da vida, muitas vezes sentimos vergonha de como agimos ou pensamos em outras épocas e degraus; a luz só é luz porque a escuridão nem sempre é só escuridão, até o momento que internamente elas entram em contato, e aí está em suas mãos: qual lobo alimentar, o da luz ou da escuridão?

Por mais doloroso que possa ser, a gratidão vem de dentro; antes de espalhar a gratidão temos de ser gratos a quem somos. Parece óbvio, mas se fosse tão óbvio, nem eu e nem você, estaríamos lendo este texto.

Um abraço, um carinho, um toque, um olhar, uma lágrima, um sorriso ou um gesto pode dizer tanta coisa que nem mesmo todas as palavras em todas as línguas poderiam expressar. Um dos sentimentos mais lindos é quando tentamos explicar o inexplicável e não conseguimos. Saber que existe algo mais forte que qualquer forma é o que mantém as chamas do amor, do verdadeiro amor fraternal, acesas dentro de nós como seres humanos e como humanidade. Sejam a luz na escuridão, que ofusca o brilho do olhar de cada alma que sempre tem algo a dizer.