Revista Statto

UNHAS DE PORCELANA, ACRIGEL OU FIBRA DE VIDRO

06/12/2019 às 14h37

Quando o assunto é a beleza das mãos não há quem não se lembre de unhas longas e bem esmaltadas. Mas devido a fragilidade das mesmas e, em alguns casos o péssimo hábito de roê-las, se torna impossível deixá-las assim. Nessas horas o melhor aliado é recorrer às técnicas de alongamento.

Atualmente, as unhas aplicadas são bem diferentes daquelas primeiras unhas postiças, que causavam alergias e micoses por não serem fabricadas com materiais específicos para as unhas, mas a indústria de cosméticos se aprimorou e hoje os materiais estão cada vez melhores.

Então, antes de escolher qual a ideal para você, é importante entender cada um desses tipos. Nossa dica é não levar em conta apenas as vantagens de cada uma, mas também a ajuda que elas podem trazer às unhas naturais.

UNHAS DE PORCELANA

As unhas são bem lixadas para eliminar qualquer tipo de ondulação que prejudique a fixação. Em seguida, são alongadas com o auxílio de um molde ou tips e cobertas com uma resina acrílica, moldada cuidadosamente com pincel até atingir o tamanho e formato desejado.

UNHAS DE ACRIGEL

As unhas de acrigel combinam a naturalidade do gel com a durabilidade da porcelana. O procedimento é similar às unhas de gel, com aplicação de pó acrílico sobre o gel UV, que deixa a unha mais resistente a rachaduras e quebra. O esmalte dura cerca de 15 dias e as unhas de acrigel podem durar até 3 meses, sendo necessária a manutenção a cada 20 dias, ou de acordo com o crescimento das unhas.

UNHAS DE FIBRA DE VIDRO

A fibra de vidro é aplicada para fortalecer as unhas, podendo ser usada com ou sem alongamento. Após aplicação de gel, os filamentos de fibra de vidro são moldados no formato da própria unha, conferindo maior naturalidade e resistência. A manutenção é feita a cada 10 ou 15 dias.

CUIDADOS BÁSICOS PARA TER AS UNHAS DOS SONHOS.

  • Não recorrer a qualquer procedimento sem que as unhas estejam saudáveis. Algumas pessoas recorrem as técnicas de alongamento com a intenção de encobrir falhas e até infecções causadas por fungos.
  • Antes de qualquer procedimento, certifique-se de que suas unhas estão protegidas com uma base;
  • Não usar acetona em unhas feitas a partir de métodos de alongamento, pois pode danificar o material;
  • Evitar deixar as mãos molhadas por muito tempo, para não causar infiltrações, aconselha-se o uso de luvas para lavar a louça ou a roupa;
  • Evitar o contato com produtos químicos ou tinturas de cabelos;
  • Não colocar as unhas na boca. A acidez da saliva pode danificar o gel;
  • Não usar as unhas como instrumento, como abrir latas, ou qualquer outro tipo de embalagem;
  • Qualquer alteração na sua unha procure uma profissional.

CONTRAINDICAÇÕES

  • Fique atenta também às contraindicações. Os alongamentos — gel, acrigel, vidro e porcelana — não são recomendados para gestantes, menores de 14 anos, quem tem histórico de alergia, alérgicos à cola e acetona e quem está fazendo tratamento de câncer. Quanto às unhas postiças, fique longe se você tem reação à cola ou acetona.

Compartilhe!
SOBRE O AUTOR
Revista Statto

Por

POSTS RELACIONADOS
COMENTÁRIOS

0 Comentários

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

IMPORTANTE!
As informações recebidas e publicadas são de responsabilidade total de quem as enviou. Apenas publicamos as matérias e notas que as assessorias de imprensa nos passam. Qualquer problema, envie-nos e-mail relatando o ocorrido que transmitiremos aos devidos responsáveis.
desenvolvido porDue Propaganda