Revista Statto

JÁ MEDITOU HOJE?

07/05/2021 às 15h48

Definida como uma prática na qual o indivíduo usa de técnicas para focar sua mente em um objeto, pensamento ou atividade em particular, com o objetivo de alcançar um estado de clareza mental e emocional, a MEDITAÇÃO é originariamente muito antiga, remontando as tradições orientais, especialmente o Yoga.

Algumas das definições geralmente utilizadas para a meditação são:

  • Técnica de focar a mente em um único objeto (Ex: uma estátua religiosa, na própria respiração, em um mantra);
  • Abertura mental para o divino, com o objetivo de obter orientação de um poder superior;
  • Estado de silêncio que se conquista quando a mente se torna vazia e sem pensamentos;
  • Alcançar estados superiores de consciência e inconsciência;
  • Desenvolver determinada qualidade mental, como energia, concentração, plena atenção, bondade…e
  • Ter o pensamento sustentado e aplicado em um tema.

Diferentes religiões usam a palavra meditação com sentidos e definições distintas e até muitas vezes contraditórias, mas o ponto em comum é que apontam para uma realidade interior e a busca por seu desenvolvimento e compreensão.

Por isso é importante identificar o que a meditação representa para você, qual a sua busca com o uso dela, para que dentro daquilo que você acredita a meditação seja utilizada no conceito correto.

Antes de adentrar no mundo da Meditação e trazer práticas, pesquisas científicas e artigos comprovando seus benefícios e tudo mais, quero enfatizar uma coisa que você aí pode já estar pensando ou dizendo:

  • Ai! Mas eu não consigo!
  • Toda vez que tento, me distraio.
  • Não tenho tempo!
  • Isso não é pra mim!

Eu te digo bobagem! Ai como assim bobagem? Bobagem! Quando as pessoas entenderem que meditação, assim como Mindfulness e Yoga, por exemplo, é prática, as coisas começam a ficar mais fáceis, mais táteis, menos complicadas.

Não adianta acreditar que você vai comprar um CD de músicas relaxantes, ou mantras, sentar no conforto da sua casa, do parque ou onde você escolher e ficará em posição de lótus, por 40 minutos assim, de uma vez! Não, não, não!!! Você terá que praticar, pouco a pouco, dia a dia.

Mas vamos lá agora entender do que se trata a meditação, espero ter tirado um pouco esse preconceito que você tinha quando começou a ler esse texto!

Você já deve ter lido, ou ouvido falar que frente à vida estressante e o aumento absurdo da ansiedade na população em geral, a práticas integrativas tem sido de grande ajuda.

Florais, Aromaterapia, Reiki, Yoga, Meditação e Mindfulness têm sido os assuntos do momento, mas essas práticas não são recursos aleatórios que alguém lançou na moda, muitos deles ou praticamente todos têm pesquisas científicas envolvidas em descobrir e entender cada vez mais seus benefícios para a nossa saúde física, mental e emocional.

Um artigo do site Viva Bem, trouxe uma informação que quero compartilhar com vocês na íntegra porque achei superinteressante:

Várias pesquisas foram feitas usando a meditação para o tratamento de doenças crônicas [diabetes, hipertensão e dores] e, na maioria dos casos, o efeito foi positivo para a saúde, bem-estar ou qualidade de vida”, diz o pesquisador Rui Afonso, do Hospital Israelita Albert Einstein”.

Isso é maravilhoso! Mas não para por aí, também fui atrás de pesquisas para mostrar os benefícios da meditação e porque quero que você a conheça e inicie a sua prática.

Uma avaliação científica conduzida por pesquisadores da Natura e do Instituto do Cérebro do Hospital Israelita Albert Einstein mostra que oito semanas de práticas regulares voltadas para o relaxamento, a respiração, a atenção e a meditação são suficientes para reduzir sintomas de estresse e promover bem-estar. A constatação veio por meio de um programa de bem-estar, desenvolvida em parceria com a Associação Palas Athena e aplicado por 70 mulheres que ocupam cargos de gerência da Natura”.

“Um novo estudo feito na Universidade Johns Hopkins, Estados Unidos, é mais um a dar aval científico a pratica: de acordo com o trabalho, meditar durante 30 minutos todos os dias ajuda a aliviar sintomas da ansiedade, depressão e dores crônicas”.

“Na atualidade, com a globalização e a chegada de várias práticas e novas técnicas do mundo oriental no ocidente, a prática da meditação tem sido largamente utilizada para controle do stress e para a melhora na qualidade de vida. Estudos mais aprofundados vêm demonstrando que o senso de objetividade, atenção e memória também são significativamente apurados com a prática regular. Com isto, os benefícios desta prática têm se mostrado tão evidentes que a meditação se transformou em objeto de estudo da neurociência. No entanto, poucos sabem que tal prática é à base da Psicologia Oriental (Assis, de Denise – GOLEMAN,1997, p.132)”.

Há inúmeras pesquisas que comprovam a eficácia da meditação, realizada diariamente no controle da Ansiedade e Depressão, mas por onde começar?

Ela pode ser executada de algumas formas:

  • Sentado, em pé ou andando dependendo do contexto onde é ensinada.
  • A posição sentada é utilizada geralmente por ser considerada a mais fácil, onde o corpo se encontra em repouso, mas ainda em alerta.
  • A posição de lótus se difundiu como sinônimo de meditação por ser usada por praticantes de Yoga, e é vista como “a posição ideal de meditação”, onde se mantém o corpo estável. Porém essa posição pode ser difícil de alcançar e não é recomendada caso traga desconforto ou distraia o praticante do objetivo da sua prática ou técnica.
  • Inúmeras posições de meditação podem ser usadas como de pernas cruzadas, de joelhos, meio-lótus (com uma perna em cima da outra), entre outras.
  • Na tradição budista é comum se encontrar a prática da meditação andando, que é vista como uma postura onde se desenvolve concentração em movimento, energia para a mente e vitalidade para o corpo.

Independente da posição, você precisa escolher uma que se sinta bem, confortável para que sua única preocupação seja se concentrar e perceber os benefícios da meditação, dia após dia.

Então Vamos Começar!

Escolha um período do dia – pode ser logo ao acordar para começar o dia mais focado, calmo e menos ansioso; pode ser no meio do dia – para descansar e recalibrar as energias; pode ser à noite – para um relaxamento mais profundo, e com isso ter uma melhor noite de sono.

Escolha um local – dê preferência para um local tranquilo, calmo, como seu quarto ou o quintal, por exemplo, principalmente se você for iniciante, para que os sons do ambiente externo não te distraiam, depois com a prática, você conseguirá meditar em diversos locais.

Determine o tempo – não seja afobado, tudo tem seu tempo, e a prática em meditação também. Comece aos poucos, 5 minutos é o suficiente para você já começar a observar diferença na sua rotina diária, faça 1 semana e depois aumente mais 5, e assim gradativamente. Daqui a pouco você ficará 30 minutos meditando diariamente! E caso não consiga, tudo bem! Continue com seus 5, 10 minutos, mas faça com qualidade e atenção plena. O despertador do celular pode te ajudar a controlar o tempo.

Escolha uma posição – Você pode fazer sentado, com as pernas cruzadas, sentado em almofadas ou no tapete da sala; sentado em uma cadeira – não encoste, tente ficar ereto sem a ajuda do encosto da cadeira, mas se não conseguir o tempo todo, use-a de auxílio. Encontre uma posição confortável, pois ficará nele o tempo todo. Evite deitar, principalmente se você for iniciante, você pode adormecer por ainda não conseguir controlar sua mente.

Escolha a música – aqui há uma dica valiosa: na internet você encontra diversos vídeos usando a meditação guiada. Ela ajuda você a manter a concentração e a consciência durante a prática e é tão eficaz quanto à meditação não guiada, pois você consegue chegar ao mesmo nível de relaxamento. Caso você não queira, procure músicas suaves: clássicas, instrumentais, mantras, são todas ótimas opções.

Respiração – uma importante ferramenta durante a meditação é sua respiração. Sempre que você perceber que se distraiu, volte sua atenção a ela, ela te guiará novamente para o estado de concentração. Inspire e expire pelo nariz, calma e profundamente. Sinta que ela também ajudará a relaxar seu corpo cada vez mais.

Foco – aqui você pode usar um lugar agradável que visitou, a natureza, uma sensação, uma imagem, a música, a respiração. O importante é que todos os pensamentos que chegarem a sua mente não se fixem. Permita que eles venham e deixe-os ir, caso não consiga, volte à atenção em sua respiração.

Dicas:

  • Você pode utilizar um aromatizador (borrifando com um spray, os ligam na tomada ou os de ambiente elétricos) com óleo essencial (100% puro e natural) de Lavanda Francesa, que traz calma e tranquilidade, mas tem de ser a Francesa ok? Só ela tem o efeito calmante desejado.
  • Apague as luzes, deixe meia luz, feche as cortinas, a iluminação também te ajuda a trazer o estado de relaxamento mais rápido, pois ajuda a produção da melatonina, que está ligada ao sono.
  • Caso esteja muito difícil se concentrar, acenda uma vela e fixe seu olhar em sua chama. A chama da vela é ótima para te manter concentrado enquanto você esvazia sua mente.
  • Vá ao seu ritmo, no seu tempo, como já mencionei, meditação é prática, tudo que você sabe desempenhar hoje em sua vida, foi fruto de aprendizado, esse é mais um.
  • Se respeite! Quando estiver muito difícil meditar, mesmo que 5 minutos, ouça uma música relaxante enquanto toma seu banho ou está a caminho do trabalho. Isso já te trará certos benefícios.

Cuide-se! Você é sua razão de viver e existir, por isso se ame!

Cuidar de si é um verdadeiro ato de amor. Ao cuidar de você, você estará cuidando do próximo.

————————————————————–

Fontes:

https://www.unasus.gov.br/noticia/pesquisa-comprova-meditar-alivia-ansiedade-depressao-e-dor-cronica

https://www.tuasaude.com/como-meditar/

https://www.vittude.com/blog/meditacao-guiada/

https://www.personare.com.br/audios-de-meditacao-guiada-para-praticar-em-casa-m38851https://catracalivre.com.br/equilibre-se/4-meditacoes-guiadas-para-diminuir-a-ansiedade/

https://www.personare.com.br/meditacao-para-momentos-de-ansiedade-m101https://catracalivre.com.br/equilibre-se/4-meditacoes-guiadas-para-diminuir-a-ansiedade/

Compartilhe!
SOBRE O AUTOR
Viviane Carnevale

Por

POSTS RELACIONADOS
COMENTÁRIOS

0 Comentários

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

IMPORTANTE!
As informações recebidas e publicadas são de responsabilidade total de quem as enviou. Apenas publicamos as matérias e notas que as assessorias de imprensa nos passam. Qualquer problema, envie-nos e-mail relatando o ocorrido que transmitiremos aos devidos responsáveis.
desenvolvido porDue Propaganda