Revista Statto

LEVANDO A PSICOLOGIA PARA DENTRO DAS EMPRESAS

19/02/2020 às 11h22

A psicologia organizacional foca no estudo do comportamento humano, tendo o ambiente corporativo como cenário. Dentro desse quadro, os conhecimentos de psicologia são empregados na tentativa de compreender o comportamento individual dos funcionários e aplicar recursos que melhorem a qualidade de vida na empresa.

Esse ramo de atuação se diferencia do coach por atuar voltado ao bem-estar, atuando na gestão de pessoas como ferramenta para um ambiente mais prazeroso e que traga resultados, enquanto o coach trabalha na parte motivacional, seja pessoal ou profissional.

Entende-se por Psicologia a ciência que estuda o comportamento humano e seus aspectos psicológicos conscientes e inconscientes. Portanto, toda dimensão psíquica humana é ferramenta para o psicólogo.

Podemos dizer então que onde há um ser humano também pode existir um psicólogo. Seja nas escolas, nos hospitais ou nas empresas, a presença do psicólogo pode se fazer necessária.

Estamos acostumados com o modelo clinico tradicional: aquele profissional que trabalha dentro de um consultório ajudando seus pacientes a elaborar suas angústias. No entanto, a visão atribuída ao psicólogo vem rompendo as paredes dos consultórios e permitindo que clínicas ampliadas atuem em qualquer hora e em qualquer lugar.

A “Psicologia Organizacional” é a atribuição das técnicas psicológicas no âmbito organizacional. Independentemente do porte empresarial, o psicólogo organizacional contribuirá com o sucesso e com o desempenho da empresa.

O profissional dessa área vem ganhando seu espaço no mercado de trabalho. É crescente o número de funcionários que utilizam atestados médicos para justificar faltas.

Além disso, a grande rotatividade de funcionários, o aumento do estresse e da depressão, a falta de qualidade de vida no emprego, a insatisfação profissional e a falta de valorização profissional contribuem com o baixo rendimento da empresa.

É nesse momento que o psicólogo organizacional entra em cena. Sua função é potencializar a equipe para que haja um aumento qualitativo do trabalho dentro da empresa. Em consequência, os funcionários atuam mais satisfeitos e produzem com mais eficiência.

Os serviços mais procurados pelas empresas são: recrutamento e seleção de funcionários, avaliação psicológica, avaliação técnica, recolocação profissional, atendimento psicológico (empresarial), treinamentos (palestras e cursos), pesquisa de clima organizacional, coaching, cliente oculto, avaliação de desempenho, entre outros.

Apostar na psicologia comportamental, além de beneficiar amplamente a gestão de pessoas, ajuda na formação de uma empresa que favorece a saúde emocional dos colaboradores. Essa postura dá um diferencial competitivo, constrói uma imagem positiva da organização e atrai os melhores talentos do mercado.

Compartilhe!
SOBRE O AUTOR

Por

POSTS RELACIONADOS
COMENTÁRIOS

0 Comentários

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

IMPORTANTE!
As informações recebidas e publicadas são de responsabilidade total de quem as enviou. Apenas publicamos as matérias e notas que as assessorias de imprensa nos passam. Qualquer problema, envie-nos e-mail relatando o ocorrido que transmitiremos aos devidos responsáveis.
desenvolvido porDue Propaganda