Revista Statto

AMOR MAIOR E MELHOR E O DE DEUS!

18/11/2020 às 11h13

Agradecida amanheci a Deus, ele é quem nos amou primeiro, e graças a esse amor vivemos bem até o momento, apesar da crise e a pandemia que estamos enfrentando esse ano.

Uma pena é existir o pecado, que fez com que as coisas saíssem dos seus devidos lugares né? O mundo que Deus criou com tanto amor para nós, agora em vez de só ter o amor, também tem dor, tristeza, roubo, mentira, enganação e morte. Depois de aparecer o pecado, veio com ele tantos sofrimentos, e muitos ainda acham o pecado bom, e cobram de Deus, sendo que muitas vezes somos os errados em pecar, eu recebo de Deus todo amor que ele tem por mim e para mim, o qual ele me oferece e demostra diariamente, vocês querem saber como?

Vou falar, esse amor e demostrado com todos os livramentos que ele me faz, não só a mim, mais a minha filha, que é grande por sinal, Deus tem um amor tão grande por todos nós, e para cada filho ele tem aquele cuidado especial, que só um pai que realmente ama seus filhos de verdade tem.

Esse sublime amor, podemos sentir todos os dias de nossas vidas para todo sempre, essa paciência que Deus tem comigo e todos os seres humanos, faz com que eu seja uma mãe paciente. Presto atenção como falo e faço na educação da minha filha.

Deus me ensina a viver no caminho certo, pego esse exemplo do meu santo pai, para fazer o mesmo com minha filha. A Jennifer é uma criança doce e carinhosa, ela foi realmente um presente de Deus.

Sempre tive o desejo de ser mãe, me casei com 17 anos, passei um tempo tomando anticoncepcional, mas um dia achei que já estava na hora de realizar o meu desejo, o sonho de ser mãe que só foi crescendo dentro de mim, parei com a pílula, mas nada aconteceu, me bateu um desespero, corri para orar e perguntei a Deus, senhor meu pai, será que sou estéril?

Junto com essa pergunta um choro e o desespero, minha amiga conversou comigo, me acalmando, falando que demora um pouco por que faz tempo que você tomava pílula, nesse meio tempo eu e o meu companheiro tivemos uma discussão e quase nos separamos, mas voltamos a nós entender de novo, e com esse acontecimento decidi voltar a tomar pílula novamente, engraçado que depois de dois meses, comecei a passar mal, mas eu nem estava imaginando essa possibilidade, por que estava menstruando, em pouca quantidade, minha amiga me fez fazer o teste que deu negativo é claro, mas não melhorava nada, passou uma semana comecei ficar enjoada com o meu próprio tempero.

Minha amiga sempre ao meu lado presenciava tudo, novamente fiz o teste de gravidez, e dessa vez deu positivo, e eu fiquei como? Extremamente feliz, sem acreditar, achei impossível, mas para Deus nada é impossível, nem hoje nem nunca.

A questão é que tudo tem o seu tempo de acontecer, não sei se mais alguém passou pela mesma situação ou algo parecido, mas sei que todos temos algo para contar de bom, milagre ou livramentos. Vou ficando por aqui, por que já falei demais né, hahaha, fiquem com Deus, forte abraço, até a próxima.

Compartilhe!
SOBRE O AUTOR

Por

POSTS RELACIONADOS
COMENTÁRIOS

0 Comentários

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

IMPORTANTE!
As informações recebidas e publicadas são de responsabilidade total de quem as enviou. Apenas publicamos as matérias e notas que as assessorias de imprensa nos passam. Qualquer problema, envie-nos e-mail relatando o ocorrido que transmitiremos aos devidos responsáveis.
desenvolvido porDue Propaganda