Revista Statto

O QUE A MORTE DO GUGU LIBERATO NOS ENSINA

14/09/2021 às 11h58

Esse acontecimento ainda inacreditável nos mostra que a morte é um mistério que jamais vamos entender. Gugu era famoso, bem-sucedido, milionário, poderia ter acesso aos melhores hospitais do mundo e aos tratamentos mais modernos para tentar prolongar sua vida no caso de uma doença indesejada, mas quis o destino que num dia qualquer, na sua casa, junto da sua esposa e com saúde perfeita, um pequeno escorregão o levasse ao chão para que ele nunca mais levantasse.

Por que ele não pagou alguém para fazer o serviço? Por que ele não percebeu o risco? São muitas perguntas e uma só resposta, porque tinha que ser assim. Um cara que sempre levou alegria para as pessoas e que foi vítima de dezenas de Fake News. Ele sempre ganhou seu dinheiro com o fruto do seu trabalho e do seu talento. Aos 60 anos Gugu foi antes do tempo, morreu de um jeito estúpido tendo ainda tanto por desfrutar das suas conquistas, é a fragilidade da vida como de forma sublime.  

A vida é um sopro, por isso valorize mais as pessoas do que as coisas, se importe mais com o exemplo que vai deixar quando lembrarem de ti do que os bens materiais, que não vai poder levar contigo quando chegar a sua hora. Você pode desejar ser famoso, rico, bem-sucedido e tudo isso ser muito válido, você pode estar atravessando um momento difícil, um desemprego, uma doença, um divórcio, nada disso é o seu fim, olhe para os seus braços, você ainda pode lutar, olhe para as suas pernas, você ainda pode caminhar, respire fundo e perceba, você ainda está vivo e se você está vivo então não deu errado. “VIVA A NOITE” e o dia, viva intensamente e lute até o fim! Pense nisso!

No dia-a-dia não importa quão saudáveis ou ricos sejamos, a morte paira sobre nós como uma sombra, pode sobrevir-nos da próxima vez que atravessarmos uma rua ou enquanto dormirmos, tudo isso é inegável. As pessoas continuam fascinadas pela morte, a morte de outros. No entanto, quando confrontadas com a sua própria morte a reação é outra. É um assunto em que a maioria de nós não quer nem pensar, a ideia de que um dia morreremos é e sempre será desagradável, por isso, a certeza da morte gera um persistente conflito interno nos humanos.

De qualquer modo, a morte é um acontecimento perturbador e terrível, portanto, não nos deve surpreender que a sociedade humana em geral, ache que a morte é uma perspectiva amedrontadora, acontece que a morte mostra que em último caso, é fútil dedicar a vida à busca de riquezas e poder.

Morrer hoje em dia é diferente em muitos sentidos, e com frequência é uma experiência mais solitária, embora o desejo da maioria das pessoas fosse morrer em casa, em paz e recebendo os cuidados amorosos da família. A dura realidade é que muitas morrem num hospital, frequentemente sozinhas e com dores, presas a uma assustadora aparelhagem de alta tecnologia, por outro lado, milhões de pessoas morrem anonimamente.

A morte, assim como a vida, foge de a capacidade do homem explicar ou compreender, o único que pode falar sobre o assunto com autoridade confiável é nosso criador, que a morte à luz da palavra revelará que ela não é necessariamente o fim de tudo.

Mensagem do dia: Quem partiu continuará no seu coração, pois nem a morte é mais forte que o amor. (Pinterest.com).

Compartilhe!
SOBRE O AUTOR

Por

POSTS RELACIONADOS
COMENTÁRIOS

0 Comentários

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

IMPORTANTE!
As informações recebidas e publicadas são de responsabilidade total de quem as enviou. Apenas publicamos as matérias e notas que as assessorias de imprensa nos passam. Qualquer problema, envie-nos e-mail relatando o ocorrido que transmitiremos aos devidos responsáveis.
desenvolvido porDue Propaganda