Revista Statto

PROCURA-SE QUEM SAIBA ESCUTAR…

04/06/2020 às 15h16

Ah, a delícia de se sentir em conexão com outra pessoa! Essa pessoa pode ser seu amigo, seu amor, seu filho, quem sabe. Existe algo que favoreça mais a sua conexão com outro ser humano do que sentir que ele lhe escuta?

Ser escutado em essência por outra pessoa nos faz sentir acolhidos. É saber que outra pessoa lhe reconhece, valoriza o que você diz e a experiência que possui e busca saber quem você é em cada detalhe do que é explicitado e do que é omitido.

Saber escutar é uma ação de respeito em relação ao outro. Mas é também a curiosidade de encontrar pequenas peças para completar o quebra-cabeça que o outro é e que nós também somos.

Eu, particularmente, sinto falta disso socialmente e vejo que as pessoas que eu atendo também sentem.

Talvez esteja aí um dos problemas que gera a falta de conexão em nosso mundo: as pessoas não sabem mais escutar umas às outras.

E é um fato importante que escutar o outro necessita um gasto de energia, pois você precisa entender não apenas aquilo que é dito, mas as implicaturas atrás de cada mensagem.

Escutar é ato de escolha e de dedicação. Numa relação é parte essencial do respeito ao outro buscar compreendê-lo.

Escutar também é diferente de ouvir.

Ouvir se refere à audição, e é um ato mecânico para quem possui essa capacidade. Já escutar está relacionado à escolha de atenção frente a todos os sons existentes em um ambiente.

Logo, saber escutar é uma escolha empática. É pretender realmente se colocar ativamente para entender aquilo que é dito e aquilo que não é dito, mas se revela em um contexto maior.

Pense no quanto você já pode ter perdido ao não ter decidido escutar outra pessoa e lembre também o quanto você se sentiu só ou sem compreensão por ter outra pessoa lhe ouvindo sem querer escutar realmente.

Escutar é se abrir para a essência, é viver o momento em toda a sua realidade, aceitando-o da forma como ele se manifesta. Chega a ser poético dizer isso, pois você precisa abrir mão de algumas certezas para deixar o outro se manifestar e criar uma poesia de sentimentos.

Assim, saber escutar se torna um ato de acolher a fragilidade de outra pessoa e de revelar a sua mediante a construção de um diálogo. São dois seres humanos se mostrando como são. E é por isso que escutar em essência gera intimidade, pois busca a isenção de julgamentos e a aproximação com o outro da forma que ele é.

Quem não deseja essa escuta em um relacionamento? Algo que substitua o individualismo de somente se ouvir aquilo que interessa e quando interessa.

A escuta é construção de solidez para si e para o outro. É aprendizagem de pontos e de histórias ainda não contadas.

E é triste, pois estamos carentes de relações profundas e de qualidade, que estão dando lugar às disputas e ao imediatismo frente a qualquer frustração.

Me vejo procurando quem saiba escutar, pois somente quando alguém é escutado se sente validado, visto e realmente pertencente a uma relação.

Desejo que esse texto possa fazer sentido para você.

Forte abraço, Daniela.

Compartilhe!
SOBRE O AUTOR

Por

POSTS RELACIONADOS
COMENTÁRIOS

0 Comentários

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

IMPORTANTE!
As informações recebidas e publicadas são de responsabilidade total de quem as enviou. Apenas publicamos as matérias e notas que as assessorias de imprensa nos passam. Qualquer problema, envie-nos e-mail relatando o ocorrido que transmitiremos aos devidos responsáveis.
desenvolvido porDue Propaganda