Revista Statto

Senso crítico

22/01/2019 às 16h26

Hoje trago alguns conceitos de Hipnose, onde se aplica e benefícios. Cada edição nova, desta maravilhosa revista, trarei mais informações pertinentes.

De acordo com estudos feitos, a mente consciente é a mente analítica, a mente racional, a que toma decisões. Ela se forma inteira aos 7 anos, por isso, crianças menores não terem senso crítico – tratemos senso crítico como capacidade de conceituação. É o consciente, que armazena memórias de curto prazo e não tem efeito duradouro, a menos que você associe a algo, muito importante, ela remete ao subconsciente e guarda.

O subconsciente é o campo onde os sonhos, desejos, medos, nosso emocional e principalmente nossas crenças, no que acreditamos, está guardado. Opera como um computador, você dá o comando e ele realiza. Reflete a história de nossa vida, como aprendemos, como deciframos, do nosso jeito particular. Abriga nossa memória permanente.

O acesso ao subconsciente, se dá em estado alterado de consciência. É o que a hipnose faz. Lembrando que, a mente não distingue o real do imaginário. Trabalhando com a psicologia de apoio, se torna muito fácil a cura pela Hipnose. É uma das formações, que dá embasamento teórico na área de humanas.

É feito um relaxamento conduzido, que dura no máximo 5 minutos, depois, é aprofundado este relaxamento, que poderá chegar ao sonambúlico (estado mais profundo do transe).

Rebaixando o senso crítico, começamos a R2C – Regress to cause –  isto é, leva-se o paciente, a procurar a causa inicial de sua descompensação.

O paciente está ouvindo o tempo todo, respondendo às perguntas o tempo todo, às vezes por necessidades, é aceito respostas fisiológicas com sim, mexendo um dedo e não outro dedo, dependo da disposição do paciente.

É feito esta procura no inconsciente, quantas vezes forem necessárias (depende sempre da resposta do que se procura), verificando a todo instante, o bem-estar, sempre primando pelo sucesso da sessão.

Trabalha com:

  • Todos os medos: sapo, barata, avião, dirigir, fobias, etc…
  • Emagrecimento com colocação de balão gástrico.
  • Drogadição, tabagismo, alcoolismo….
  • Manejo de dor
  • Preparação para o parto natural
  • Todas sintomatologias de ansiedade e síndromes.

A Hipnose não é indicada para psicóticos, tem restrições para epiléticos, enfim, alucinações são imagens montados pela própria pessoa, e então seria um trabalho bem complicado, já que esta linha, trabalha com a imaginação, certo?

 

Jizanne Carbonell
Telefone: (55) 99693-2309
Terapeuta em Hipnose e Psicologia Clínica
Psicóloga com especialização em Hipnologia.
Se você tiver alguma dúvida ou mesmo curiosidade escreva:
E-mail: jicarbonell@yahoo.com.br

Compartilhe!