Revista Statto

SHAMPOO A SECO

16/01/2019 às 22h17

 

 

O “Shampoo a seco” é um assunto que seguido surge entre as mulheres, por isso ele será o tema da minha primeira “conversa” aqui na Revista Statto Online.

Bom, então vamos lá!!

O shampoo a seco é o verdadeiro “salva-vidas” dos nossos cabelos e da nossa autoestima, naqueles dias que não deu tempo (ou faltou luz!! – Lei de Murphy em ação!) de lavar o cabelo. Além disso é super fácil, prático e de bom resultado! Basta aplicar próximo a raiz do cabelo, ajeitar com as mãos, ou pentear (suavemente!!) com uma escova, ou ainda usar uma toalha para tirar o excesso e pronto!! Mágica feita!!

PORÉM… o shampoo a seco é um “pó em spray” que quando usado em excesso ou de maneira errada, pode ser prejudicial a beleza e a saúde dos fios e do couro cabeludo pois, ele não limpa, apenas absorve a oleosidade, não substituindo o shampoo tradicional (Banho que fala, né?).

O excesso de “pó” do produto ou de “usadas” é que são os grandes vilões, pois entope os poros do couro cabeludo e pode causar: CISTOS, ESPINHAS, DERMATITE SEBORRÉICA (caspa), IRRITAÇÃO e….QUEDA DE CABELO!! (no rodapé: Obs. 01 sobre Caspa)

Devido a isso, o shampoo a seco deve ser utilizado de uma a no máximo, duas vezes por semana, porque ele é um S.O.S para disfarçar a oleosidade!

Outra dúvida que surge bastante é: “quantas vezes devo lavar o cabelo por semana?? Devo intercalar dias??” …DEPENDE!!

Pessoas que tem o cabelo muito oleoso ou que praticam atividade física diariamente podem lavar os cabelos todos os dias, MAS, somente uma vez ao dia. Lavar os cabelos mais de uma vez ao dia pode provocar “efeito rebote” (no rodapé: Obs. 02 sobre Efeito Rebote) piorando a oleosidade.

Para quem tem o cabelo oleoso é importante não usar shampoo branco/leitoso. Dê preferência aos transparentes que são mais leves, não deixando o fio “grudar” na cabeça, o que piora o aspecto de cabelo sujo e nos faz brigar sério com o espelho!

Além disso tudo, também é superimportante, ter mais de um tipo de shampoo no box do banheiro, pois, a cada troca de shampoo, ocorre inversão da carga iônica do fio, melhorando o brilho e a qualidade do cabelo.

Posso usar talco (para substituir o shampoo a seco)?

Poder, pode! Mas exclusivamente na hora do desespero! O talco não é produzido com essa finalidade, por isso, oferece maior probabilidade de acumular no couro cabeludo. O ideal é: cada produto no seu lugar!!

Ou seja…O uso do shampoo a seco é nosso #aliadodabeleza, sim!! – Se usado COM MODERAÇÃO!!

Rodapé:

Obs. 01: A caspa é causada pela presença de um fungo. Dormir com o cabelo molhado piora (e muito!), pois cria um ambiente favorável (úmido e quente) ao crescimento desse fungo. É considerado uma doença crônica. (Lembrando que nós, biomédicos, não tratamos doenças!! Isso é da competência de médico dermatologista!).

Obs. 02: O que é “efeito rebote”? É quando lavamos muitas vezes a pele/couro cabeludo, que ela/ele “entende” que precisa produzir mais sebo para compensar o ressecamento causado pelas múltiplas lavagens. O sebo é fundamental para pele/couro cabeludo. Faz parte da “barreira da proteção”.

Compartilhe!
Clarissa Denardin Niederauer

Por

Santa Maria/RS