Revista Statto

Uma história de sucesso, trabalho e determinação

11/09/2018 às 15h40

Lisiane Bevilaqua Ribas, filha, mãe, esposa, empreendedora, mulher. A Revista STATTO teve o prazer de entrevistá-la e tê-la na capa da primeira edição, como a representação das mulheres que movimentam o mundo dos negócios, sem esquecer seu lado feminino, preocupada com a família, com a estética e, acima de tudo, estar antenada com o que acontece à sua volta.
Em conversa informal, ela nos recebeu em sua casa e falou um pouco sobre todas essas mulheres dentro de uma só.

Sua rotina é puxada e requer disciplina. Lisiane não dispensa acordar cedo e dar atenção às filhas e ao marido logo pela manhã. “Acordar às 6h, para mim não é sacrifício, é necessidade”. Ela gosta de chegar cedo na empresa, dando seu máximo, para fazer o dia render.

Aos 37 anos, ela e a irmã Fabiane dão continuidade à empresa fundada pelo pai há mais de 30 anos, com sede em Santa Maria. Neste contexto, conta que: “Decidi que iria trabalhar na empresa da nossa família, quando precisei definir para qual curso prestaria vestibular. Pensei profundamente, meu pai não opinou, mas eu já sabia o que deveria fazer. Optei por Administração”.

O orgulho da família é a origem humilde do fundador e patriarca, o pai Milvo Antonio Dotto Bevilaqua, que veio da quarta colônia para Santa Maria, aonde chegou e iniciou a vida profissional como garçom, passando a funcionário da antiga empresa Trevicenter; anos depois, deu início à empresa, que logo passou a se chamar BELIVA DISTRIBUIDORA DE ALIMENTOS.
A família ainda recorda com muito carinho das pessoas que auxiliaram nesse processo, citando a figura do Senhor Gentil Trevisan, que até hoje mantém contato.

A sucessão familiar acontece de forma natural, e o sentimento é de alegria e realização diante da sequência dada pelas filhas. Elas fazem questão que o fundador tenha participação ativa nas decisões da empresa. “A figura dele é muito importante. As dificuldades aparecem em função do choque de gerações, mas o trabalho todo é embasado no respeito e nos valores familiares. Procuramos sempre ouvir a opinião dele e, aos poucos, introduzimos as nossas. Tenho plena consciência da importância da experiência do nosso pai e de que, se aliarmos isso a nossa vontade de crescer e a novas ideias, os resultados serão cada vez melhores”, destaca Lisiane.

Idealizado por Lisiane e abraçado por toda a família, atualmente, a empresa passa por um grande projeto de expansão, com sua transferência para outro local, para facilitar a saída dos veículos para as rodovias.

Antes de iniciarmos à entrevista, Lisiane nos confidencia uma dica importante: “Conheça muito bem o seu negócio. Hoje a Beliva atende 24 municípios, e faço questão de conhecer todos. Desde os 15 anos, acompanhava as entregas, e essa experiência fez toda a diferença para a minha trajetória empresarial”.

STATTO – Você acha que a gestão feminina é diferente?
LISIANE – Sim, é diferente. As mulheres usam a sensibilidade como ferramenta de trabalho com destaque para a gestão de conflitos e gestão de pessoas, uma das maiores dificuldades das empresas atualmente.

STATTO – Como é a relação da empresa com seus colaboradores?
LISIANE – Há um tempo atrás, as pessoas amavam o que faziam; hoje os valores estão distorcidos e, por consequência, as pessoas valorizam menos o trabalho e a relação entre eles. A empresa busca contornar essa situação e envolver mais os colaboradores, através de treinamentos constantes, e é imprescindível que sejam mesmo constantes, para que não se perca a motivação e o envolvimento conquistado no processo. Observamos muito nossos funcionários e os que se destacam, sempre têm oportunidades diferenciadas, sendo essa uma forma de valorizar e principalmente tornar o colaborador feliz.

STATTO – Qual o diferencial de uma empresa familiar?
LISIANE – O grande diferencial das empresas familiares é o carinho e o respeito com que a administração é tratada e, também, a alegria em poder comemorar os bons resultados de forma compartilhada com a família.

STATTO – Como é a Lisiane mãe?
LISIANE – Curto cada momento ao lado das minhas duas filhas, Ana Lis e Laura , e valorizo a qualidade do tempo que passo junto a elas e ao meu marido Armando. Muitas vezes, deixamos de participar de alguns cursos, palestras, para ficarmos com elas. Os filhos crescem rápido e essa é uma fase que não quero perder, é quando formamos a base para uma vida inteira. Também conciliamos viagens de negócios com lazer. Neste mês, minha filha mais velha, Ana Lis, de nove anos, lançou um livro escrito por ela e ilustrado pelo pai. Apoiamos ela o tempo todo. Não vou influenciar na decisão profissional delas, mas claro que gostaria muito que minhas filhas dessem sequência ao trabalho da família.

STATTO – E a Lisiane mulher? As mulheres têm, entre outras, mil preocupações; a estética, como é para você?
LISIANE – Deus foi muito bom comigo (risos). Tento manter uma alimentação saudável, mas não abro mão de um doce diário. Faço exercícios duas vezes por semana, só para não ficar completamente parada, mas não curto ir à academia. Não deixo de estar com a minha família para me exercitar, pratico exercícios em casa mesmo, com uma personal trainer. Com relação as minhas atividades do lar, cozinho, faço faxina – adoro. Não gosto do título de celebridade, somos mulheres reais em todos os momentos.

STATTO – Para você, o que é o empoderamento feminino?
LISIANE – A palavra me incomoda, porque vejo a participação social e empresarial das mulheres como um ciclo natural. Passamos a acreditar mais em nós e com isso desenvolvemos cada vez mais tarefas.

Para finalizar, depois de toda essa energia e determinação a revista STATTO quis saber o que move essa mulher? “O trabalho e a família”.

 

Compartilhe!