Revista Statto

RAYSSA BENTES

01/05/2019 às 10h07

Apresento a belíssima atriz RAYSSA BENTES …. Conheçam tudo sobre a trajetória dessa super-talentosa atriz.

Rayssa Bentes, conte como começou sua carreira artística, em quem se inspirou?

Rayssa Bentes:  Como a maioria das crianças, meu primeiro contato artístico foi com ballet clássico aos 2 anos, que me acompanha até hoje. Aos 6 anos entrei no teatro, para melhorar minha inibição. Se tornou uma paixão. E aos 11 voltei a estudar teatro musical. Aos 15 eu mesma entrei no Conservatório de Música e comecei a pagar minhas aulas de canto. Com esse mix artístico comecei a conseguir trabalhar com teatro musical profissional com 16 anos, e nunca mais parei. Já estive em cartaz em os teatros do Rio de Janeiro e também em alguns estados do Brasil. Foram mais de 15 musicais.  Destaque mais que especial, para o musical, The Book of Mormon (broadway musical), Versão BR, com direção do meu mestre Rubens Lima Jr. Começou como algo, que eu gostava sem imaginar se realmente viraria profissional. Mas hoje em dia admiro demais a Anne Hathaway, como atriz/cantora, tão competente e incrível.

Rayssa, agora sabemos que tem uma larga experiência em teatro musical, conte quem foram seus mestres?

Rayssa Bentes: Passei por muitos professores nessas diversas áreas artísticas, com destaque mais que especial ao meu mestre de sapateado Carlos Viegas. A Claudia Araújo como professora e diretora da escola de dança que me formei. De canto, minha primeira professora Julia Russel, e ao cara que mudou e fez minha voz crescer demais Rafa Villar.

Em teatro, destaque especial, para as aulas incríveis de interpretação do Reiner Tenente. Assim como aprendizado incomparável do Rubens Lima Jr, diretor e prof. do Projeto de pesquisa em Teatro Musicado que fiz parte na UNIRIO.

“Outro mestre que passou pela minha vida e me ajudou ser a artista que sou, foi Alessandro DoValle, bailarino, coreógrafo, diretor, que criou uma Companhia de teatro que até hoje perpetua seu nome…Muito obrigado a todos eles”

Você agora está se especializando em fazer cinema, fale sobre seus trabalhos na área …?

Rayssa Bentes:  A alguns anos atrás fiz dois curtas metragens, um como bailarina e outro como atriz/protagonista. A seguir o The book of Mórmon, foi um musical que gerou muitos convites. Em um desses fiz o teste para o longa-metragem Campo Grande, com direção de Sandra Kogut, e acabei passando. Fiz uma participação pequena, mas muito significativa para me introduzir nesse outro universo.

O filme teve sua estreia mundial na mostra Contemporary World Cinema do Festival de Toronto. Além de estar na lista dos 10 selecionados do Festival do Rio de 2016. E no ano passado recebi um convite da mesma diretora para fazer seu novo longa-metragem. Com estreia para esse ano, se chama Três Verões, a protagonista é a Regina Casé, e eu faço uma policial. Foi uma experiência incrível. Que venham os próximos.

O ator brasileiro, está ficando mais versátil e criando novas opções para se expressar…. Você tem sonho de aprender algo que ainda não fez?

Rayssa Bentes: Eu tenho sonho de fazer tudo que já faço, porém através de estudos em NY, que é um berço de arte.

Nos conte seus projetos para esse ano de 2019 …?

Rayssa Bentes:  Esse 2019, estou em cartaz com “Dona Baratinha, o musical”, e tem o lançamento do filme “Três Verões”. E na expectativa pelos próximos trabalhos que a vida me presentear.

Muito obrigado pela entrevista e por esse belo ensaio …

 

Entrevista e fotos: Helmut Hossmann

 

Compartilhe!