Revista Statto

VEREDITO

07/03/2020 às 11h27

Não é à toa que é dado o título de inocente para todo indivíduo cujo advogado soube defender muito bem a sua causa, o eximindo de quaisquer responsabilidades, acerca de crime leve ou grave que supostamente tenha cometido. Perante a lei todos somos culpados, por isso precisamos mesmo comprovar nossa inocência.

Inocente mesmo, contudo, são as crianças, que sem maturidade confiam em tudo que lhes dizem. Inocentes são os animais, que sabem ter vindo ao mundo apenas para nos encantar.

Inocentes são as flores que embelezam o mundo de graça – A natureza, que nos proporciona bem-estar.

A inocência, cujo veredito confirmado por réus e juízes, presenteia desavisados com a liberdade, mas eles jamais se sentirão totalmente livres, pois o peso de todo processo emocional pesará para vida toda.

Inocentes são todos os comportamentos humanos que depositam confiança no próximo, sem perceber que nem todos são dignos dela.

Inocentes são os sentimentos, a nossa visão do mundo, mas nunca das consequências.

Inocência deveria ser tatuada no corpo, para que a própria pessoa aprendesse também a se perdoar.

 

Compartilhe!