Revista Statto

A VIDA DO SOL E O SOL DA VIDA

30/04/2019 às 10h47

A estrela que mais brilha

Que aquece

Que ilumina

Que dá vida e

Que queima

Anuncia o dia e

Se esconde para a vir noite

Da agitação diurna para

O sossego do descansar

Do leste para o oeste

Da noite para o dia e

Do dia para a noite

Tem dias que abrasa

Em outros, acolhe

Às vezes, parece passar rápido demais

Outrora, parece se estabilizar

Tem todo o céu para si

De repente uma nuvem o oculta

É fonte de energia inesgotável

Nunca deixa de existir

Estando partindo, ao anunciar a noite

Desperta sensibilidade

É o pôr do sol que ao se ir

Diz muito e fala pouco

Se indo no silêncio do horizonte

Relembra muito

Traz saudades

Renova a esperança de dias melhores

Amanhã de novo virá

Se eu não aqui mais estiver

Ele estará

Sou pequena diante dele

Mas ele é gigante diante de mim

Que o sol nunca me deixe

Mas que eu nunca deixe de ser sol

 

Compartilhe!