Revista Statto

ARREPENDIMENTO NÃO FAZ UMA HISTÓRIA QUE PODERIA SER LINDA, VOLTAR

31/08/2020 às 11h53

Eu sabia que ia se arrepender. Você era muito impulsivo e falava as coisas no calor do momento. Depois, se arrependia e pedia para voltar. Quantas vezes eu falei para você que uma hora eu ia cansar e não teria arrependimento que me fizesse voltar? Eu te avisei.

Você queria que as coisas fossem do seu jeito, sendo que o relacionamento era nosso. Você era 8 e 80, tudo ou nada e se as coisas não fossem do jeito que queria, era motivo de birra.

Quantas vezes você entrou naquele mesmo assunto porque não compreendia minha opinião? Você queria que eu me sacrificasse naquele momento para fazer sua vontade. Quantas brigas poderiam ter sido evitadas se você fosse mais compreensível? Nossos planos iam acontecer, era só questão de tempo.

O mesmo desejo que tinha de ser feliz, eu também tinha. Mas você queria dar um passo maior que a perna. Chegou uma hora, que era impossível te acompanhar. Você era domado pela ansiedade e descontava toda sua expectativa em mim, em nós.

Eu sabia que ia se arrepender. Soube quando dei ponto final em nossa história e você vomitou toda sua insatisfação em cima de mim.

Eu sabia que ia se arrepender. Era típico seu tomar decisões sem fazer prévia análise e voltar atrás porque sabia que no fundo, não era isso que queria.

Eu sabia que ia se arrepender. Você me magoava e me compensava com presentes como se aquilo fosse o suficiente para apagar as coisas que me dizia na hora da raiva.

Eu sabia que ia se arrepender. O tempo passou e você ainda não superou. Pediu para voltar como se eu sentisse falta das suas explosões por coisas que não estavam em nosso controle. Você fuça minhas redes sociais na esperança de reatar algo que já acabou. Procura minhas amigas para saber como estou e o que ando fazendo, como se o não que eu te dei não fosse o suficiente para seguir sua vida.

Eu sabia que ia se arrepender. Mas arrependimento não faz uma história que poderia ser linda, voltar.

Compartilhe!