Revista Statto

QUANDO A VIDA FALTA O SENTIDO

18/03/2019 às 10h27

Falar sobre isso é algo bem complexo, pois, cada ser humano possui seus motivos e suas razões para viver, o que os move, o que os faz levantarem da cama todo dia, enfim, o que realmente importa.

Muitas vezes, a mola propulsora são sonhos, metas, desafios e conquistas. Nascemos e somos movidos a alcançar um objetivo de vida, ou seja, encontrar uma causa que nos impulsione, algo que vale a pena ser vivido, ou algo em que se acredite e de forças para seguir em frente.

Contudo, muitas pessoas não descobriram ainda o verdadeiro sentido de suas vidas. Acordam cedo e trabalham intensamente, renunciam seus finais de semana por estudos e projetos sem o conhecimento do que realmente desejam para si.

Como resultado dessa vida mecânica, vemos muitos sonhos sendo esquecidos, relegados a segundo plano. Assim, deparamo-nos com os abandonos da vida. Quantos sonhos você deixou para trás por falta de sentido ou talvez por não acreditar em si, ou por achar ser incapaz de pô-los em prática.

Vivemos no tempo do imediatismo, na “era descartável”: pessoas, animais, objetos e sonhos são jogados e abandonados como se não tivessem importância. Esse movimento cria em nós um grande vazio, uma enorme incerteza: “Nossa! Se eu falhar, serei descartado”, “E se meu projeto ficar ruim?”, “Não sou bom suficiente para um relacionamento”, “Ela me abandonou, nunca serei feliz com outra pessoa”, esses conceitos dia após dia vão aniquilando a auto estima.

Desta maneira, vamos abandonando nossa essência, descartando sonhos ou pessoas. Deixamos de confiar em nós e, por fim, perdemos nosso sentido e a razão de viver.

Temos que ter muita calma, olhar mais devagar para a vida, vive-la, sentir prazer em realizar algo, sair do automático, pois, o sentido da vida é dar sentido para a vida”, basta correr atrás de seus sonhos, não se deixar abalar para quem tenta te puxar para baixo, analise sua história e seu projeto de vida e os concretize.

Encontrar algo para que possa lhe dar satisfação, seja a educação dos filhos e dos netos, seja construir uma casa, encontrar a pessoa amada, lutar por um país melhor, voltar a estudar. Encontre, dentro de si, valores que possam provocar uma ação positiva à vida, não se deixe abandonar por falta de motivos ou sonhos.

E, caso tenha conquistado seus objetivos, busque novos projetos, participe de projetos sociais, adote uma criança, um idoso, um animalzinho, volte ao passado e reative aqueles projetos abandonados, você verá o quanto será importante realizá-los.

Não venha ao mundo a passeio, deixe um legado positivo, seja motivo de inspiração para outras pessoas, seja através de seu trabalho, de suas ações, de seus relacionamentos, enfim, seja muito feliz, pois, você mais que ninguém merece a felicidade.

Compartilhe!