Revista Statto

QUEM NUNCA TEVE UM AMOR NÃO CORRESPONDIDO?

30/11/2021 às 20h15

Quando mais jovens sofremos mais pelos amores não correspondidos, temos mais amores platônicos, nos envergonhamos diante da pessoa amada e por isso deixamos de viver muita coisa legal, pis a arte da conquista é muito interessante. Mas a vida é desse jeito mesmo, até que aprendemos que levar um “não” da garota desejada ou do rapaz desejado, não nos torna um cara feio ou uma moça feia, ou sem graça, apesar de ficarmos sem graça no momento, é parte da vida, levaremos muitos outros nãos por aí e a vida não vai acabar por causa disso, ela fica é mais interessante.

      Eu acho que, para evitar essas desilusões amorosas, devíamos começar a vida com pelo menos cinquenta anos e depois decidir pela regressão ou pela progressão da idade. Mas também acho que se a vida fosse iniciada com idade tão avançada cometeríamos os erros de adolescente em um momento não muito bom da vida. Portanto, é melhor mesmo que comecemos do zero e naturalmente vamos progredindo, aprendendo, errando e fazendo as besteiras que temos que fazer na idade certa. Imagina um bando de senhores de cabelos brancos ou já calvos subindo no muro da vizinha para vê-la trocar de roupas? Seria um tanto ridículo, mas para moleques de pouca idade ainda descobrindo a vida é compreensível, apesar de não ser aceitável. 

      Mas esse texto é para falar de amor e eu estou aqui fazendo rodopios, comportamentais, talvez “filosóficos”, da baixeza humana, pois vamos lá. Quem de vocês, meus leitores, nunca teve uma desilusão amorosa, principalmente nas primeiras tentativas de romance da vida? Não precisa ficar com vergonha, pode assumir que já foi desdenhado pela pessoa amada, eu já fui nem uma ou duas vezes não, foram muitas, para algumas das amadas eu nem me declarei, já pensando que levaria mais um fora, deixei essas na área dos amores platônicos e assim foi muito legal, pelo menos não sofri.

      O amor é um sentimento muito legal e meio doido, eu acho, pois você pode gostar de uma pessoa, que gosta de outra pessoa, que gosta de outra, que não gosta de você, daí você fica chateado e chega a querer morrer, daí descobre uma pessoa gosta de você, que gosta de outra pessoa, que gosta de outra pessoa, que gosta de quem gosta de você, e, então, só para tirar um sarro dele, você acaba ficando com a pessoa que gosta de você para esquecer da pessoa que você gosta, que quando fica sabendo que você está com outra pessoa, corre atrás de você, daí você deixa a pessoa que gosta de você para ficar com a pessoa que você gosta e essa pessoa te dá um pé no traseiro e você fica sem ninguém, porque quem gosta de você resolveu ficar com quem gosta dela e está feliz assim. Se isso nunca aconteceu com você e você já não é mais adolescente, então eu acho que você perdeu alguma coisa nessa vida e não tem como encontrar de novo.

      Por falar em encontros, o legal é que depois disso tudo, quando você já está adulto e estabelecido emocionalmente na vida, e encontra com essas pessoas, parece que nada aconteceu lá na juventude, todo mundo está com outras pessoas, com seus filhos e parece que nem se lembram daquelas tramas amorosas muito loucas da juventude. A verdade é que tudo se ajeita e você acaba descobrindo que aquilo tudo eram mais os hormônios agindo do que o coração amando, mas que era bom, lá isso era, deixar os hormônios brincarem com os nossos sentimentos e nos envolvermos naqueles jogos amorosos dos quais hoje nos lembramos e damos risadas.

      Depois crescemos e começamos a entender, pelo menos a grande maioria das pessoas, eu acho, que há uma separação bem definida do que é amor e do que é só atração. Começamos a ter encontros mais apimentados e vamos descobrindo outras nuances da vida amorosa, digamos assim. Passamos a entender que nem sempre o desejo sexual é a mesma coisa que amor, às vezes é só isso mesmo, simples desejo, e depois de uma transa ocasional cada um vai para o seu lado e tudo bem, valeu, segue a vida. Mas de vez em quando ainda confundimos algumas coisas e se não abrirmos os olhos, pimba, fazemos bobagem. Amar é muito complicado, tem gente que acha simples, mas eu não acho que amar seja assim tão simples, se um cara gosta de louras e casa com uma morena, onde está a coerência disso? Se uma garota gosta de caras fortes e musculosos e casa com um cara franzino, onde há lógica nisso? O amor é meio doido mesmo, desperta algo em nós que não se explica. Ou se explica pelo fato de o cara gostar de louras, mas essas louras não darem chance a ele, então passa uma morena e lhe dá carinho e atenção, daí ele se apaixona e casa, assim como a mulher que gosta de caras musculosos casar-se com um cara franzino porque acontece o mesmo, caras musculosos não dão a atenção desejada, então quando ela encontra um cara franzino amoroso e carinhoso casa-se com ele e em ambos os casos vivem felizes para sempre.

        A ideia desse texto era falar das desilusões amorosas, da qual todos nós sofremos um dia, mas acabei falando de desencontros amorosos que terminam com um amor muito grande que leva ao altar em maio. Mas quem nunca se decepcionou com um amor? Eu, algumas vezes nessa vida, agora não mais, estou casadinho, quietinho e meu coração está ocupado, quem eu amei não amo mais, pelo menos do amor Eros, quem me amou espero que tenha encontrado o seu príncipe e me deixe ser o príncipe da minha esposa, estou mais para ogro, mas isso é caso para outro artigo, talvez com o título “No Ogro Encontrei Meu Príncipe”, coisa meio Shrek, mas até que faz sentido, pois todo ogro se torna um príncipe quando encontra sua princesa. Bom, acho que está na hora de terminar isso.

        Então vamos lá, partir para o gran finale, se você nunca teve um amor não correspondido, das duas uma: ou você é o cara, um Don Juan nato, que sabe tudo de conquistas amorosas e tem uma mulherada na fila, ou, infelizmente, nunca amou ninguém e nem saiu de casa. Mas tudo bem, nesse caso, eu sugiro aumentar a aposta caso seja um Don Juan e sair de casa e tentar a sorte no amor, daí você vai saber do que estou falando. 

Compartilhe!
SOBRE O AUTOR

Por

POSTS RELACIONADOS
COMENTÁRIOS

0 Comentários

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

IMPORTANTE!
As informações recebidas e publicadas são de responsabilidade total de quem as enviou. Apenas publicamos as matérias e notas que as assessorias de imprensa nos passam. Qualquer problema, envie-nos e-mail relatando o ocorrido que transmitiremos aos devidos responsáveis.
desenvolvido porDue Propaganda