Revista Statto

Design Circular: mudar o mundo pode começar na sua casa!

30/10/2018 às 10h45

Podíamos começar esta matéria com um texto bem bonito, mas a situação é um tanto quanto assustadora, bem mais do que você imagina. Cientistas americanos calcularam a quantidade de plástico produzida na história da humanidade desde que a produção em larga escala de materiais sintéticos começou, em meados de 1950.

São aproximadamente 8,3 bilhões de toneladas e cerca de 6,3 bilhões desse total, já foram descartadas (dá para imaginar 25.000 vezes o Empire State Building, em Nova Iorque??)

O que mais assusta nisso tudo, é que apenas 9% foram recicladas, 12% foram incineradas e a maior parte de todo esse material (79%), tem como destino aterros sanitários ou o próprio ambiente natural, de acordo com o estudo publicado na revista Science Advances. Se continuar assim, cerca de 12 bilhões de toneladas de resíduos plásticos terão o mesmo destino impróprio até 2050.

É pensando nesse problema que é bem mais alarmante do que você imagina que nós da Statto queremos dar a nossa contribuição e chamar a sua atenção para esse problema mundial (que é muito mais que o canudinho do refrigerante que você toma por aí).

Que tal contribuir com o meio ambiente e desenvolver uma nova economia do plástico, voltada para a responsabilidade, conscientização e, de quebra ter uma capa linda como esta que você viu na revista Statto?

Como fazer uma capa de chuva utilizando o plástico de descarte diário.

Você vai precisar de:

  • Embalagens plásticas. Ex: saquinho do arroz, embalagem de salgadinho, embalagem de chocolate, embalagens de produtos de cozinha/higiene. Faça uma coleção dos plásticos que você interage no dia a dia, note quais são os materiais plásticos ao seu redor e comece sua coleção de plásticos preciosos!
  • Plástico Bolha. O plástico bolha servirá de base para sua criação, ele vai virar o tecido do seu projeto. Você vai precisar de em média 7 (sete) metros de plástico bolha. Você pode ir até uma loja de departamento, e pedir para guardar o plástico bolha de suas entregas ou conversar com seus amigos para ver se alguém em plástico bolha para doar. Atenção! O plástico bolha é altamente interativo, você corre o risco de querer estourar todas as bolhas sem parar!
  • Ferro de passar, temperatura de em média 200 graus (C).
  • Papel manteiga

Passo 1:
Defina sua estampa, você pode cortar bolinhas, tiras, triângulos ou o que sua imaginação criar. Recorte as embalagens no formato desejado.

Passo 2:
Prepare sua mesa. Coloque uma folha de papel manteiga na base da mesa e fique com uma folha para utilizar em cima do plástico.

Passo 3:
Faça o download do template da capa de chuva neste link: http://mari-pinheiro.com/molde-para-capa-de-chuva/ – imprima e faça moldes.

Passo 4:
Recorte 3 (três) pedaços de plástico bolha em tamanho um pouco maior do que o molde que irá trabalhar (o plástico bolha tende a diminuir com o aquecimento).

Passo 5:
Coloque 2 (duas) camadas do plástico bolha, uma em cima da outra, na sua mesa já preparada com o papel manteiga. Em cima dessa pilha de plástico bolha, coloque a camada final de papel manteiga para proteger o seu ferro. Passe estas 2 camadas de plástico bolha pressionando o ferro para baixo sobre o papel manteiga de forma. Você poderá controlar a velocidade e temperatura com um pequeno teste antes de começar a criação da sua capa de chuva.

Passo 6:
Agora você tem a base para sua criação. Coloque os recortes de embalagens no layout que desejar e coloque a última camada de plástico bolha por cima. Passe novamente selando os plásticos juntos.
Uma vez criado todos os tecidos, junte as partes de costure sua capa.

Projeto idealizado pela Designer Mari Pinheiro e executado em parceria com a aluna Franciele de Ramos Moraes, do curso de design de moda da UFN.

 

Compartilhe!