Revista Statto

AS FINTECHS E O MERCADO FINANCEIRO

08/11/2019 às 15h54

De forma simples e direta, fintechs são empresas de tecnologia que atuam na área financeira de forma inovadora. As fintechs sacudiram as finanças com os bancos digitais, cartões de crédito sem anuidade, maquininhas portáteis de pagamento, negociações de criptomoedas via blockchain, uso de robôs para avaliação de crédito e risco.

As empresas que aliam tecnologia e finanças estão ganhando fatias de mercado que antes eram monopólios de grandes bancos e instituições financeiras altamente reguladas.

A concorrência das fintechs e os bancos é positiva para todo o sistema financeiro.  Os grandes bancos, de olho na inovação proporcionado pelas fintechs e pelos startups, passaram a criar centros de inovação e lidar diretamente com empreendedores da área de tecnologia.  Exemplo disso temos o InovaBra Habitat do Bradesco e Espaço Cubo do Banco Itaú, ambos na cidade de São Paulo.

Dentre as fintechs mais promissoras, a revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios destacou seis empresas com maior potencial inovativo e consolidação no mercado.

 

A primeira, Monetus, oferece gestão de recursos para pequenos investidores, com investimento inicial de R$ 100,00. Atualmente a empresa conta com quinze mil investidores e cento e vinte milhões de patrimônio líquido sobre sua gestão.

A segunda, Vérios, tem foco em clientes de alta renda e oferece uma gestão rápida e eficiente, com custo reduzidos e rentabilidade alta.

A terceira, Mais Fácil, disponibiliza créditos para comunidades carentes, através de um cartão de crédito digital.  O cartão é destinado aos moradores e 10% da receita é remetida à associação do bairro que usa os recursos em projetos sociais.

A quarta, Acesso, oferece os serviços bancários para quem não tem conta em banco como cartões pré-pagos, cartões de crédito e demais serviços financeiros muitas vezes inacessíveis para a população de baixa renda.

A quinta, Nexoos, fornece capital para pequenas empresas e une investidores e empresários. Em 2018 foram vinte mil investidores ativos e mais de cem milhões destinados.

A sexta, Creditas, oferece crédito com garantias. A empresa tem a pretensão de atingir três bilhões em sua carteira nos próximos três anos.

As fintechs, trouxeram inovação financeiras que são conhecidas por todos os brasileiros, como Nubank a plataforma de finanças GuiaBolso e Pagseguro.

Os desafios são imensos, como a resistência dos bancos, das corretoras, a burocracia do Banco Central e a conquista dos consumidores com idade mais avançada.

Compartilhe!