Revista Statto

DICAS PARA ESCOLHER OS PNEUS CERTOS PARA O CARRO

19/02/2020 às 10h44

Os pneus são componentes de extrema importância para a segurança do veículo e, por isso, devem estar, além de calibrados, sempre em perfeitas condições de uso. Para tal, seu desgaste deve ser constantemente observado, e seu tempo de troca, respeitado.

Mas como escolher o modelo certo? Saiba que escolher pneu nem sempre é uma tarefa fácil. Muitas questões surgem nesse momento. Afinal, apesar de não parecer, muitos detalhes devem ser avaliados para que não ocorram arrependimentos posteriores.

Sendo assim, a primeira coisa a ser feita é saber todas as especificações que esses itens do carro devem ter. Para isso, basta consultar o manual do veículo ou mesmo observar a lateral de cada pneu — local no qual existe um código de letras e números que explica, detalhadamente, o seu propósito e seus limites. Vamos saber mais? Acompanhe!

Ao substituir os pneus, use sempre outros da mesma medida recomendada pelo fabricante do veículo. Além disso, no caso de pneus tipo câmara, é recomendável a troca da câmara e do protetor.

Substitua a válvula (ventil) ao montar um pneu novo e, quando for repor apenas dois pneus (no caso de veículos de passeio), instale-os sempre no eixo traseiro do veículo.

Verifique se o desenho da banda de rodagem, o índice de carga e o símbolo de velocidade são compatíveis com o recomendado pela montadora ou com o tipo de serviço do veículo.

Importante não esquecer de, NUNCA montar pneus de dimensões ou construções diferentes em um mesmo veículo, exceto quando indicado pela montadora. Também não é recomendado misturar pneus de marcas, medidas, tipo de construção (radial ou convencional) ou desenhos da banda diferentes, assim como pneus novos com usados no mesmo eixo do veículo.

Realize sempre o balanceamento e o alinhamento ao substituir os pneus. Vale destacar que os pneus não devem rodar se estiverem com profundidade de sulco inferior a 1,6mm, podendo gerar multa. Entre os riscos estão maior possibilidade de estouro do pneu, instabilidade em pistas molhadas e maior ocorrência de aquaplanagem, aumento da possibilidade de derrapar, principalmente em curvas, e aumento da distância de frenagem. Sendo assim, confira sempre a profundidade dos sulcos nos indicadores de desgaste, os chamados TWI, que aparecem de quatro a oito vezes em toda volta do pneu. Esse indicador é um ressalto de borracha na banda de rodagem que indicará o momento exato da troca dos pneus.

Se você não souber escolher os adequados, só restará ficar de olho no manual. Lá, são disponibilizadas muitas informações importantes das quais precisará, como o nível de pressão, a quilometragem para fazer cada calibragem, o alinhamento, o balanceamento, entre outros.

Compartilhe!