Revista Statto

MUSCLE CARS: OS MAIS MANEIROS

20/03/2020 às 18h39

Dizem as más línguas que o homem é definido por seu carro. Sua imponência, elegância e força são incrementadas pelo simples fato de estar dirigindo um veículo pomposo, mas em meados dos anos 50 os norte-americanos mudaram todo este conceito.

Os carros que saiam das linhas de produção eram grandes, poderosos, consumiam petróleo adoidado, completamente diferente dos antigos calhambeques da década de 40. Logo os modelos se tornaram ícones de rebeldia da nova geração e até indesejados pelas antigas gerações, entretanto as montadoras de carros lucravam muito mais com a produção destes carros envenenados do que com os antigos modelos.

Sexo, drogas e rock’n’roll, estes veículos representam muito mais da sociedade que acabara de sair da maior guerra da humanidade e queria apenas se divertir. Infelizmente o Brasil adotou muito tarde os muscle cars e produziu poucos modelos antes da temível era dos carros quadradões.

SHELBY COBRA 427

Para começar bem esta lista temos o famoso 427 da Shelby, carro imponente e veloz. Possui um incrível motor V8 e chega a estrondosos 298 km/h… Simplesmente pegaram um carro de corrida e jogaram na rua em 1962, quase foi descontinuado legalmente após o lançamento. Até hoje é considero o conversível mais rápido que alguém pode possuir. A fabricante AC Cars foi processada pelo governo norte-americano por montar monstros como esse para a Shelby e a Ford porque as mortes por acidentes aumentaram de maneira descomunal na década de 60.

GM OLDSMOBILE ROCKET 88

No finalzinho da década de 40 a General Motors percebeu a tendência da nova geração e investiu pesado para criar um modelo que atraia os jovens. Após muita pesquisa da falecida subsidiária Olds criaram um ícone americano em sua marca o Rocket 88. Lançado em 1949, com motor V8 especial da GM e um apelo muito forte em Detroid foi um sucesso absurdo. A população o adorou, aparecia na tv e no rádio em propagandas, séries, filmes, músicas. Seu sucesso fora tanto que permaneceu como carro favorito dos norte-americanos até o ano de 1974. Sem o Rocket 88, provavelmente, o rock’n’roll sequer existiria. Influenciou até mesmo os brasileiros que por mais de 40 anos chamavam os motores V8 apenas de motor “roquéte”.

CHEVROLET BEL AIR

Em 1955 era o auge da corrida espacial, todos queriam saber se o homem chegaria à lua e se esse homem seria russo ou americano, e devido a esta histeria coletiva as grandes fabricantes de carros lucraram muito criando modelos nesta temática. O Bel Air foi um destes veículos inspirados na corrida espacial, com o design diferenciado que lembrava um pouco as naves dos desenhos futuristas como os Jetsons e sua marca registrada os foguetinhos no capô. Ficou marcado como clássico potente que chegava a incríveis 283 cavalos sem necessidade de carburadores.

PONTIAC CATALINA

O Pontiac Catalina poderia ter passado despercebido quando foi lançado em 1962, afinal muitos muscle cars eram parecidos e mais populares, mas ele fez a diferença no desempenho. É um carro muito potente e suave de dirigir, detalhe este que o fez popular com corredores profissionais. Tais corredores eram ídolos da garotada, logo todos queriam ter um Catalina para impressionar as garotas.

CHEVROLET CAMARO

E agora fiquei doce, igual caramelo, estou tirando onda de Camaro amarelo […]. Esse carro dispensa apresentações, foi um sucesso pela sua potência e pelo seu baixo preço nos Estados Unidos, conhecido como muscle car de pobre, até hoje em seus modelos modernos é uma das opções mais baratas do mercado norte-americano. Sucesso não apenas nos Estados Unidos, mas no mundo inteiro.

PLYMOUTH BARRACUDA

Lançado em 1970, a década de ouro dos muscle cars, o Plymouth Barracuda resume perfeitamente como seriam os modelos de carros nos próximos dez anos. Era forte, 428 cavalos, e possuía a melhor distribuição de peso até então vista em um carro. Foi um enorme concorrente da General Motors.

SHELBY MUSTANG 500

Este carro é um monstro em forma de máquina. Impossível não amar, é o modelo mais duradouro da GM e com toda certeza o muscle car mais popular do mundo. É fabricado até os dias atuais desde a década de 60, toda vez com o design redefinido e melhorado.

OPALA SS

Os brasileiros também tiveram a oportunidade de possuir muscle cars fabricados em solo nacional e um deles se destacou como o mais popular, e não estou falando do uno da empresa com escada no teto, o Opala. Estiloso e cheio de novidades para o mercado, o primeiro a trazer bancos individuais na dianteira. Possuía 171 cavalos de potência e 4 marchas, algo nunca antes visto no Brasil.

FORD MAVERICK GT

Lançado pela Ford em 1973 para ser o concorrente direto do Opala no mercado brasileiro. Oferecia 200 cavalos de potência e um design muito apelativo. Uma pena ter sido fabricado poucas unidades.

DODGE CHARGER

Foi lançado em 1970 no Brasil pela Chrysler, foi um sucesso imenso entre os jovens. Passava constantemente em filmes, séries e novelas. Ganhou fama como o melhor muscle car brasileiro com seus 215 cavalos e motor V8 “roquéte”.

Compartilhe!