Revista Statto

O MERCADO DE TRABALHO E AS REDES SOCIAIS

07/03/2019 às 14h09

As redes sociais fazem parte do cotidiano de milhões de pessoas e, mudaram drasticamente o conceito de “relacionamento”, e, essa mudança, a sociedade, tenta entender e acompanhar essa mudança. No meio empresarial, essa mudança está sendo utilizada como uma poderosa ferramenta de interação com clientes e, principalmente, para os processos de seleção de futuros colaboradores. Apesar que no mundo, a taxa de desemprego ter alcançado níveis recordes em comparação com os anos anteriores, muitas empresas estão com processos seletivos em aberto, pois, não encontram candidatos adequados para suprir as demandas.

O perfil procurado pelas grandes empresas são: “colaboradores empreendedores”, ou seja, profissionais com capacidade e comprometimento, que atuem de forma inovadora e tratem as empresas em que trabalham como se fossem suas.

Esse novo conceito de profissional faz com que as empresas aprimorem cada vez mais os seus processos seletivos e utilizem as redes sociais como ferramenta para filtrar os novos candidatos.Garimpam, e avaliam os perfis pessoais e verificam informações que possam traçar as identidades virtuais de seus futuros colaboradores, tais como posicionamento político e religioso, vínculo com torcidas organizadas, presença de fotos e conteúdos constrangedores entre outros, pois, muitas empresas evitam associar esses conteúdos à sua imagem institucional.

Assim, é de extrema importância construir uma boa imagem digital, que deve ser adequada aos padrões de cada rede social.

Sigam dicas abaixo, lhe ajudarão a formar um perfil vencedor!

Qualifique seus contatos:

Ter uma boa rede de contatos, pode ser uma porta de entrada para o mercado de trabalho, principalmente se o seu perfil passa uma imagem profissional.

Seja inteligente nas publicações:

Fale de assuntos relacionados com o seu campo de atuação ou com a área da empresa na qual você almeja alcançar uma vaga.

Não entre em debates inúteis:

Evite entrar em debates religiosos e políticos, as empresas não gostam de atrelar suas imagens a esses assuntos.

Não curta qualquer post:

Antes de curtir ou compartilhar verifique se a página ou publicação não trará uma imagem negativa para o seu perfil, já que muitas empresas possuem princípios que vão contra algumas comunidades virtuais.

Seja profissional:

Evite fotos frequentes em baladas e com bebidas, pois os recrutadores podem comparar tais imagens, a um descompromisso do candidato com o trabalho e, essa situação, pesa no momento da escolha de alguém para a vaga.

Valorize as suas conquistas profissionais:

Ações que tiveram sucesso ou projetos positivos, são um fator extremamente positivo, marque as pessoas envolvidas, pois essa ação aumenta sua visibilidade na rede e demonstra compromisso profissional.

Lembre-se sempre:

É importante tomar cuidado para não colocar coisas irrelevantes nas redes sociais, pois os recrutadores e parceiros também fazem parte delas e estão sempre antenados na busca do perfil de um futuro CEO para sua empresa.

Compartilhe!