Revista Statto

PAROU DE TREINAR E AS DORES NO JOELHO VOLTARAM?

11/10/2020 às 19h27

TREINO DE FORÇA

Convidado Personal Victor Lima

Não só as dores que acometem o joelho, mas todas as outras que você já tinha esquecido, voltaram devido à ausência do treino de força. Indivíduos que possuem condropatia patelar, não podem deixar de treinar, pois a musculatura do quadríceps estabiliza a patela, amenizando assim as dores.

Lembrando que a cartilagem do joelho é uma só, ela é avascular, com isso ela não tem irrigação sanguínea e não sofre um processo inflamatório, então ela não gera processo de regeneração, então não adianta tomar nada no intuito de regenerar o que foi gasto, isso não vai acontecer. A solução é o treino de força, para amenizar os sintomas e a evolução.

A Condromalácia é encontrada mais em mulheres devido à pelve ser mais larga tendo um maior ângulo de inclinação do fêmur, vulgo ângulo Q.

A primeira medida a ser tomada, e tirar a dor aguda, e então voltar ao trabalho de força. Sugiro que o treino seja priorizado por exercícios multiarticulares, como leg press, agachamentos, levantamento terra… sem firulas! Mas posso agachar? Sim, DEVE!

Quanto mais profundo melhor, para que sua patela não tenha atritos nos côndilos do fêmur. Alongue bastante adutores e posteriores de coxa, evite a retroversão pélvica.

Não existe necessidade de fazer treino com contração isométrica dos adutores, usando elásticos, vejo isso sempre! O tratamento não deve priorizar um músculo apenas, e sim o fortalecimento global do seu quadríceps.

Durante a fase de dor aguda, é recomendado: Evitar salto alto, usar sapatos que apoiam bem os pés, EMAGRECER, para diminuir a sobrecarga no joelho, evitar subir rampas ou fazer exercícios em locais íngremes, e principalmente exercícios que ocasionem impactos articulares, saltos, corridas.

Obviamente, elas não se aplicam a todos os pacientes, mas certamente são eficazes para a grande maioria. A primeira recomendação é procurar um bom ortopedista, depois um fisioterapeuta, e concluir o trabalho com o treino de força com um profissional de Educação Física.

Condromalácia não tem cura, mas você pode levar uma vida normal, e evitar que o desgaste evolua de grau, para isso o treino de força é PRIMORDIAL.

Victor Daniel de lima /SP

Pós-graduado em Nutrição Esportiva, Biomecânica, Personal Trainer, Reabilitação músculo esquelética.

Compartilhe!
SOBRE O AUTOR
Marcia Lima

Por

POSTS RELACIONADOS
COMENTÁRIOS

0 Comentários

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

IMPORTANTE!
As informações recebidas e publicadas são de responsabilidade total de quem as enviou. Apenas publicamos as matérias e notas que as assessorias de imprensa nos passam. Qualquer problema, envie-nos e-mail relatando o ocorrido que transmitiremos aos devidos responsáveis.
desenvolvido porDue Propaganda