Revista Statto

QUEM DITA A MODA?

11/10/2020 às 17h48

A moda começa na rua, entre nós, pessoas comuns. Depois de elaborada pelo mercado, ela nos é devolvida.

Trabalhei por dez anos no “Donna Fashion Iguatemi”, na equipe do Hugo Beauty, num período de transição, de inversão de poderes. Naquela época quem ditava a moda eram os “fashionistas”, momento em que tiraram o monopólio das decisões sobre o tema das mãos dos detentores das grandes marcas. A propósito, esses mesmos “fashionistas”, mais tarde, passaram a buscar nas ruas o que colocam nas passarelas. O “street style” é quem manda nos desfiles.

Seguir uma tendência não parece ser uma prioridade entre as pessoas mais modernas; todos estão adotando seu próprio estilo – graças a Deus.  Ao invés de copiarem os “looks” dos “inspiradores”, adotam, na linha reta, o que lhes faz bem, inspirando os próprios influenciadores. Hoje o “cool” é ser exclusivo, ditar sua própria moda. Mesmo que você encontre alguém usando uma camiseta igual a sua, sempre haverá uma pegada diferente de acordo com o estilo de cada um.

A propósito, você sabe qual é o seu estilo?

Sim, todos nós temos um, o que tem muito a ver com nossas características físicas e traços de personalidade, bem como com o meio em que vivemos.

A moda pode não ser uma prioridade, principalmente no atual contexto em que vivemos, de pandemia, mas sabemos que é um forte instrumento para a nossa autoestima.

Estranhamente, mesmo isolados, estamos todos interligados, sintonizados. Os pensamentos estão conectados e o conhecimento está sendo dividido com o planeta inteiro.

Somos animais sociais, temos uma identidade social que acaba se definindo no modo de se relacionar com os outros e, a roupa, é a primeira informação nessa forma de se comunicar.

Compartilhe!