Revista Statto

SETOR DE EVENTOS: A PRIMAVERA DA RETOMADA

11/10/2020 às 17h15

Por: Ana Bittencourt (Jornalista – Mtb 14.265)

Um dos setores que mais movimenta a economia do país, o mercado de eventos sofre as consequências de um ano difícil. O mesmo segmento que é responsável por 12,93%  do Produto Interno Bruto (PIB), viu uma pandemia causada por um vírus desconhecido afetar 98% do setor, conforme levantamento do Sebrae, realizado em abril. 

Em Santa Maria e grande parte do mundo, empresas do ramo estão em silêncio. Uma condição paradoxal para um segmento que só funciona bem com muita alegria, música, belas imagens, decorações inspiradoras, figurinos perfeitos, além de boa comida e bebida. 

São seis meses de restrição total ou parcial das atividades relacionadas ao setor, gerando preocupação para empresários e trabalhadores da área. O impacto na economia das empresas é inegável, mas a frustração de quem dedica amor ao que faz também não pode ser ignorada. 

Nesse cenário, a Revista Statto entrevistou dez empresários locais para ouvir suas angústias e conhecer as estratégias adotadas com muita paciência, persistência e otimismo. E mais, para dar-lhes a oportunidade de compartilhar com nossos leitores as lições aprendidas em meio ao caos. 

SEGMENTO: RELAÇÕES PÚBLICAS E PRODUÇÃO DE EVENTOS

Eduardo Figueirôa – Estratégia de comunicação e relacionamento para negócios

https://www.facebook.com/EduardoFigueiroaRP

https://www.instagram.com/eduardofigueiroarp

Um dos profissionais de Relações Públicas mais dinâmicos e reconhecidos de Santa Maria, Eduardo Figueirôa está no mercado há 23 anos. Foi com experiência adquirida na carreira que o RP buscou se reinventar, se fortalecer e desenvolver ações para enfrentar a crise imposta pela pandemia.

A principal estratégia para adequar seu trabalho às novas necessidades dos clientes foi rever o portfólio de produtos e serviços. Com criatividade e uma boa dose de ousadia, o profissional vem apostando em oportunidades inovadoras. 

Como empreendedor nato, Eduardo Figueirôa decidiu ouvir a intuição e aguçar a sensibilidade para atravessar esse período difícil. 

Não fiquei focado em ações defensivas, mas aproveitei o momento para inovar em torno de oportunidades emergentes. Por isso, estive atento aos sinais que os meus clientes manifestaram e apostei em resultados de sucesso”, afirma o RP. 

Eduardo analisa o cenário para os próximos meses com cautela, principalmente em relação ao impacto econômico mundial e aos efeitos sociais que prejudicam o bem-estar das pessoas. 

As lições da pandemia:

  • O menos é mais. Se você já está praticando o consumo consciente na quarentena, aproveite isso.
  • É preciso ter empatia, pois descobrimos que cada gesto realmente importa.
  • Devemos valorizar as pessoas, de cientistas à recicladores, todos são importantes. O mundo não voltará ao “normal”. E isso pode ser muito bom.

SEGMENTO: FOTO E VÍDEO

LEANDRO DRUZIAN – Druzian Films

https://www.facebook.com/Druzian.Films

https://www.instagram.com/leandrodruzian/

http://www.vimeo.com/druzianfilms

Leandro Druzian está no ramo audiovisual há 10 anos e já perdeu as contas de quantas cerimônias registrou com suas lentes. Publicitário por formação, o profissional administra a Druzian Films, especializada em videojornalismo para casamentos. 

Quando os eventos começaram a ficar escassos,  a agenda precisou ser atualizada, já que algumas cerimônias foram transferidas para 2021 e outras tantas canceladas. 

A principal estratégia foi usar a criatividade. Como resultado, a Druzian Films foi a pioneira em promover lives em Santa Maria. A proposta deu certo e a primeira transmissão atingiu quase 100 mil visualizações, com cerca de 5 mil expectadores simultâneos.

A Druzian Films tem boas expectativas com essa inovação. Em um futuro próximo, acredito que o setor de eventos vai estar mais aquecido para recuperar o tempo que ficou em pausa durante a pandemia”, comenta.

As lições da pandemia:

  • Aprendemos que as empresas precisam se reinventar em curto prazo.
  • Otimizar custos e reavaliar as estratégias devem ocorrer diariamente. 

SEGMENTO: VESTUÁRIO

João a Rigor Trajes – Locação e Venda de Roupas de Alfaiataria Masculina

https://www.facebook.com/joaoarigor

https://www.instagram.com/joaoarigor/

http://www.joaoarigor.com.br/

O mercado de locação de roupas para festas também foi bastante atingido. Com a João a Rigor, uma das lojas mais tradicionais de Santa Maria, não foi diferente. A empresa, que há oito anos veste homens para as mais variadas situações sociais, viu o fluxo de clientes diminuir.

Os proprietários Liz Andreia Comis e Edinei Cardoso resumem o período como catastrófico. Foi preciso repensar as estratégias para sobreviver no mercado e manter os clientes conquistados em diversas regiões do estado. 

Depois de uma breve pausa imposta pelo Poder Executivo local, a loja retomou as atividades colocando em prática algumas ações que já vinham sendo planejadas. 

A loja criou o Closet João a Rigor, serviço focado na economia circular com a oferta de assinaturas conforme a necessidade do cliente. A loja também oferece consultoria de cores e estilo, associada aos planos. Outra aposta é a comercialização de camisas e ternos produzidos no sistema Made to Measure (feito sob medida). 

Os proprietários estão otimistas pela recuperação do mercado e a retomada dos eventos. 

Quando tudo passar, as pessoas vão se reunir, comemorar suas conquistas e ‘fazer a festa’, literalmente. Porém, com maior significado e total atenção às pequenas coisas”, dizem com entusiasmo. 

As lições da pandemia:

  • Aprendemos a valorizar atitudes como reinvenção, resiliência, ressignificação e responsabilidade. 
  • Adquirimos mais confiança e capacidade de buscar soluções com paciência. 
  • É preciso ter planos e colocá-los em prática, com base nos valores da empresa. E, principalmente, executar as boas ideias. 

SEGMENTO: FESTAS INFANTIS

CRIS RECREAÇÕES – Locação de brinquedos, maquiagens artísticas, oficinas, gincanas e personagens

https://www.facebook.com/crisrecreacoessm

https://www.instagram.com/crisrecreacoes/

http://www.crisrecreacoes.com.br/

A pedagoga Cristiane Diniz está à frente da Cris Recreações há 24 anos, empresa especializada em aluguel de brinquedos e recreação infantil. 

Referência em Santa Maria e região, o empreendimento teve suas atividades reduzidas em 90%. Após o baque inicial, Cristiane começou a trabalhar com a locação personalizada de brinquedos e a comercializar oficinas de recreação. 

Para a Cris Recreações, a retomada está acontecendo de forma lenta e gradual. Com a pandemia, os clientes perceberam que é possível fazer comemorações menores e mais íntimas. 

Festas pequenas, praticamente só com familiares, resultam em fortes trocas afetivas e se tornam momentos muito mais significativos. Esse é um ponto muito positivo”, observa a pedagoga. 

As lições da pandemia:

  • É fundamental ter uma gestão bem organizada, desenvolver planos e estratégias.
  • E, mais do que tudo, contar com uma equipe alinhada. 

SEGMENTO: HOTELARIA E LOCAÇÃO DE ESPAÇO PARA EVENTOS

Hotel Itaimbé Palace

https://www.facebook.com/hotelitaimbepalace

https://www.instagram.com/hotelitaimbepalace/

http://www.hotelitaimbe.com.br/

Tradição em hospedagem, o Itaimbé Palace Hotel foi duplamente afetado pela pandemia. Isso aconteceu porque além das acomodações, a empresa loca espaços para formaturas, casamentos, reuniões e convenções. O resultado foram contratos cancelados, valores ressarcidos e houve redução de jornada entre os colaboradores.

A estratégia foi repensar as possibilidades existentes. Antes, o hotel adequou as instalações e todas as operações a partir de um rigoroso critério de higiene e limpeza, ação que garantiu o selo “Lugar Seguro e Saudável”, conferido pela prefeitura. 

Na sequência, foram lançados três novos produtos: o Espaço Live, desenvolvido em parceria com empresas de eventos; o Saia da Rotina, proposta de hospedagem direcionada para clientes da região, exclusiva para finais de semana e com tarifas reduzidas; e o Coworking Itaimbé, tendência de mercado que oferece ambiente seguro e com custo reduzido para trabalhadores remotos. 

Para o pós-pandemia, a gerente geral Elaine Santiago prevê que as boas práticas seguirão, sempre pensando no bem-estar dos clientes. 

“Acredito que alguns cuidados jamais deixarão de existir e o cliente deverá ter essa segurança quando nos contatar. A retomada vai ser lenta e iremos nos adequar conforme a situação exigir”, pondera a RH.

As lições da pandemia: 

Sempre haverá alternativa, por mais que leve algum tempo. Precisamos valorizar as pessoas, ter empatia, sermos solidários e abertos a novos desafios. São atitudes fundamentais para a construção de um mundo melhor. 

SEGMENTO – ASSESSORIA E CERIMONIAL

Tambara Assessoria e Cerimonial

https://www.facebook.com/tambaraeventos

https://www.instagram.com/tambaraeventos/

A Tambara Assessoria e Cerimonial é conduzida por Anderson e Simone Tambara, ambos cerimonialistas com larga experiência. A empresa organiza e assessora eventos sociais e corporativos em Santa Maria, em outras cidades gaúchas e fora do Brasil, além de promover cursos de capacitação para quem deseja atuar no segmento. 

Como em outros segmentos do gênero, a pandemia exigiu reagendamento de eventos. Porém, prevendo a disputa por datas devido à demanda reprimida em 2020, a empresa continuou aceitando novos clientes com datas confirmadas até 2023. 

A aposta na realização de lives em diferentes formatos e conteúdos teve êxito, mas os proprietários sentiram que era preciso criar produtos inovadores.

Surgiram então dois projetos: o Noivado em Família, marcado por cerimônias íntimas e personalizadas, e o Essência de Família, experiência sensorial que utiliza cenários, aromas e sabores no espaço próprio da empresa para receber os clientes. 

As capacitações foram mantidas e os proprietários aproveitaram o período para participar de cursos on-line, com a intenção de se qualificarem e se atualizarem na área de eventos. 

Para a empresa, a expectativa de retomada deve acontecer de forma gradativa e baseada na segurança. Simone e Anderson defendem práticas mais precisas em relação à capacidade dos espaços físicos, ao uso de equipamentos de proteção, croquis de montagens dos eventos, entre outras medidas. 

Participamos da comitiva local criada para desenvolver protocolos de biossegurança com o intuito de garantir o retorno gradual e seguro dos eventos em Santa Maria”, explica Anderson Tambara. 

BOX:

As lições da pandemia:

  • Reafirmamos a importância da assessoria completa para eventos, garantindo segurança e tranquilidade tanto nas questões contratuais, quanto na execução do serviço.
  • Atuar sempre com responsabilidade e planejamento, pois acreditamos que logo estaremos juntos nas comemorações dos nossos clientes, festejando conquistas e senhos dentro da legalidade e com segurança. 

SEGMENTO – FESTAS E DECORAÇÕES

Bella Festa – Especializada em decoração de eventos sociais e corporativos

https://www.facebook.com/decoracaobellafesta

https://www.instagram.com/bellafesta_decor/

http://www.bellafesta.com.br/

Antes da pandemia, a Bella Festa tinha uma agenda movimentada de casamentos, formaturas, 15 anos, eventos corporativos e aniversários em Santa Maria e na região. Com a restrição imposta pelas autoridades, a empresa precisou buscar alternativas para continuar trabalhando. 

Patrícia Riet , sócia-fundadora da Bella Festa há 18 anos, explica que ouvir os desejos dos clientes foi fundamental para inspirar a inauguração de uma loja especializada em objetos de decoração e flores. 

Nossos clientes ficam encantados com nosso acervo e manifestavam a vontade de ter alguma peça de décor, como símbolo afetivo de algo que fez de um dia especial. Assim, conseguimos estruturar nosso empreendimento e criamos nossa loja com opções para a casa e para presente”, comenta Pati. 

A nova estratégia da empresa continuou se expandindo e a Bella Festa também trabalha com flores. A loja aposta na produção artesanal e exclusiva de arranjos naturais e desidratados. 

Assim, a Bella Festa conseguiu se reinventar, oferecer novos serviços e continuar ativa no mercado. Com certeza, quem ganha são os clientes.

BOX:

As lições da pandemia:

  • Acreditamos que as relações se fortaleceram e as pessoas estão mais conectadas. Desse modo, acompanhamos as mudanças do mundo e nos transformamos com ele. 
  • Percebemos que é fundamental celebrar a vida com mais frequência. Não só em grandes momentos, mas no dia a dia.

SEGMENTO: SERVIÇO DE BARTENDER

SPIRIT OPEN BAR

https://www.facebook.com/SpiritOpenBarOficial

https://www.instagram.com/spiritopenbar/

Acostumados com uma rotina intensa de festas e eventos, de um dia para outro, os sócios Jéssica Stanque e Lucas Gerke não puderam exercer seu trabalho. Assim como as demais empresas do setor, a Spirit Open Bar foi afetada e se viu diante de um cenário desafiador.

Como estratégia, os proprietários decidiram focar em soluções. E, mais uma vez, com criatividade e baseado em um projeto que estava em stand by, a Spirit  se tornou a primeira empresa a oferecer drinks por delivery em Santa Maria. 

Foi literalmente ‘no susto’. Em apenas 48 horas de pouco sono e muita euforia, criamos esse segmento e já temos ideias para outras modalidades, pois o que vem pela frente é promissor”, considera Jéssica. 

Nesse futuro esperado, os sócios visualizam clientes mais exigentes, conscientes e dispostos para aproveitar eventos, além de mais união entre as empresas do setor. 

As lições da pandemia:

  • Acreditamos muito nas mudanças, sejam boas ou ruins. Elas vêm justamente para nos tirar da zona de conforto e nos fazer enxergar nossa real capacidade. 
  • Confirmamos que nosso potencial está em nossas mãos e na nossa mente.

SEGMENTO: SOM E LUZ

Diego Vaz – DJ

https://www.facebook.com/djdiegovaz

https://www.instagram.com/diegovazdj/

Música e iluminação são itens essenciais em uma festa. Com a suspensão dos eventos, um dos DJ’s mais reconhecidos de Santa Maria e região, Diego Vaz, também sentiu os impactos da pandemia. Além de musicar festas, o empresário loca equipamentos de som e luz. O resultado foi a paralisação total das atividades profissionais. 

Um decreto expedido pelo Governo do Estado deixou a situação ainda mais delicada e desanimadora. Conforme o documento, atividades executadas por bandas, músicos e disc jockeis (DJ’s), só poderiam voltar à ativa quando a pandemia do Coronavírus desse uma trégua substancial (situação de Bandeira Amarela no Rio Grande do Sul). 

Atualmente, Diego Vaz colabora com seu trabalho algumas lives, na tentativa de não ficar totalmente parado. Porém, o profissional está otimista em relação ao futuro. 

Acredito que a volta dos eventos vai ser gradual e muito bem organizada. Com os adiamentos de 2020 vamos ter um próximo ano com bastante trabalho”, aposta Diego. 

As lições da pandemia:

  • Precisamos redobrar o cuidado com as pessoas que amamos e fortalecer nossa convivência com elas. 
  • É fundamental vermos o lado bom das coisas, no caso de Diego Vaz, estar mais tempo em casa e participar da rotina do primeiro filho foi a grande vantagem. 

SEGMENTO: MÚSICA E ANIMAÇÃO DE EVENTOS

Banda Charm’s

https://www.facebook.com/bandacharms

https://www.instagram.com/souzzaclaudiomiro/

Assim como os DJ’s, músicos e bandas também tiveram sérias restrições conforme as exigências do poder público. Em Santa Maria, a Banda Charm’s, que há 30 anos se apresenta em bailes de formaturas, casamentos, festa de debutantes, eventos corporativos de grande e médio porte, foi mais uma que precisou parar completamente suas atividades. 

Veterano no segmento, Claudiomiro Souzza, fundador, diretor e cantor da Charm’s lembra que a apresentação mais recente do grupo ocorreu em março. Segundo ele, há 20 anos o grupo tornou-se uma empresa constituída, gerando emprego para cerca de 15 pessoas, entre músicos e equipe técnica. 

Em um primeiro momento, pensamos que essa pausa ia durar no máximo dois ou três meses. Mas, infelizmente a pandemia afetou 100% da nossa empresa musical. Estamos sem trabalho há mais de 200 dias”, lamenta o músico.

Para minimizar os impactos financeiros, a banda participou de uma live e conquistou algum cachê. Outra estratégia foi buscar patrocínios para a realização de um show on-line, comemorativo aos 30 anos da Banda Charm’s. Com essa atividade, Claudiomiro conseguiu repassar recursos financeiros aos profissionais que trabalham na empresa. 

Atualmente o grupo trabalha na gravação de um CD, enquanto aguarda a liberação para festas e eventos. Paralelamente, os integrantes participam de reuniões pela internet e buscam alternativas para continuar trabalhando. A produção de materiais também continua, para serem utilizados quando tudo voltar ao normal. 

As lições da pandemia:

  • Somos mais fortes do que pensamos e temos capacidade para nos reinventar o tempo todo. 
  • As verdadeiras amizades saíram fortalecidas, a união e o respeito entre as pessoas se fez mais necessário e o amor à música permanece.

 

SEGMENTO: SERVIÇO DE BUFÊ E DELIVERY

Via Gastronômica – Restaurante e Bufê

https://www.facebook.com/viagastro

https://www.instagram.com/viagastronomica/

Depois de quase 20 anos no mercado de buffet e gastronômica, o Via Gastronômica teve que fechar seu espaço físico, em função da pandemia. Com isso, sua proprietária precisou tomar algumas decisões, e uma delas foi se desfazer do nome Via Gastronômica.
E por conhecer o setor e gostar do que fazia, que a ex gerente de eventos do Via Gastronômica, juntamente com dois amigos (Rodrigo Mendes e Jota Guimarães), viram uma oportunidade de negócios e adquiriram o nome fantasia, e decidiram implantar o serviço de delivery, que nunca havia sido utilizado pela antiga empresa. Hoje buscamos por inovação, temos alguns projetos bem legais em desenvolvimento e, de forma gradual vamos implantando – enfatiza Ana.
Além desse serviço, o Via incluiu no cardápio opções para pequenos jantares, recepções íntimas, coffee break, além de pratos especiais para atender encomendas e congelados. Tudo isso com o tempero tradicional da casa: uma pitada de carinho e uma boa dose de dedicação.
Assim como todos os segmentos do setor, o Via Gastronômica espera a retomada do mercado de eventos o mais breve possível, mas seus novos proprietários sabem que nem tudo será fácil ou rápido.
Não existe o ‘voltar ao normal’, pois será tudo muito diferente. Precisamos dos eventos sim, mas com muita segurança para todos, clientes e colaboradores”, enfatiza Ana Cláudia.
A empresária destaca que o cuidado com os colaboradores e com as pessoas de modo geral é o mais importante. E valores como empatia e união são determinantes daqui para frente.

As lições da pandemia:
Precisamos ter um olhar mais colaborativo do que concorrente. A busca por soluções deve ser coletiva, nunca se fez tão necessário se colocar no lugar do próximo, ter empatia. A solidariedade é a característica mais forte do ser humano.
Compreendemos que às vezes precisamos desligar o “piloto automático” olhar em volta, olhar para dentro e ressignificar nossos valores.
A Revista Statto agradece aos entrevistados e deseja sucesso em seus empreendimentos. Quando tudo isso passar, estaremos juntos.

Compartilhe!
SOBRE O AUTOR
Revista Statto

Por

POSTS RELACIONADOS
COMENTÁRIOS

0 Comentários

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

IMPORTANTE!
As informações recebidas e publicadas são de responsabilidade total de quem as enviou. Apenas publicamos as matérias e notas que as assessorias de imprensa nos passam. Qualquer problema, envie-nos e-mail relatando o ocorrido que transmitiremos aos devidos responsáveis.
desenvolvido porDue Propaganda