Revista Statto

Salvador espera por você

29/10/2018 às 16h04

“Oxente, mainha”! A capital baiana é um misto de cultura, história, praia, e o que não falta é alegria. Com opções para todos os gostos, Salvador encanta qualquer turista. A começar pelo Pelourinho, onde se concentra o centro histórico da cidade, a Terça da Bênção é parada obrigatória. Após a missa afro na Igreja da Ordem Terceira do Carmo, shows acontecem no entorno. Vale a pena verificar a programação dos ensaios do Olodum. É incrível!

Ainda no “Pelô”, não deixe de provar o Cravinho, uma bebida típica constituída de cachaça, mel, cravo e limão. Além disso, visite a Igreja e Convento de São Francisco. Suas estruturas foram construídas nos séculos XVII e XVIII e hoje é uma das sete maravilhas de origem portuguesa no mundo.

As expressões do Barroco Brasileiro impressionam, sobretudo, na parte interna da igreja. Outro atrativo imperdível é a Igreja Nosso Senhor do Bonfim, localizada na Sagrada Colina. São milhares de fitinhas amarradas ao redor da igreja, faça seu pedido. Para quem tem fé, tudo é possível!

Assim como o Elevador de Santa Justa em Lisboa, o Elevador Lacerda é digno de ser admirado. Inaugurado em 1873, foi o primeiro elevador urbano do mundo e o mais alto na época. Ele funciona como transporte público e liga a Praça Tomé de Sousa, na Cidade Alta, à Praça Cayru, na Cidade Baixa. Lá embaixo, você pode aproveitar para conhecer e adquirir suas lembranças e artesanatos baianos no famoso Mercado Modelo.

“Livre, leve, solta e no Pelourinho. Com a bênção de São Francisco e a energia do Senhor do Bonfim, foram dias inesquecíveis regados a água de côco, moqueca de camarão, acarajé e vatapá. Para completar, caminhadas no farol da Barra e comprinhas no Mercado Modelo dão o tom de Salvador”. Da relações públicas Fabiana Pereira, que esteve visitando Salvador.

Aos que preferem sol e mar, a sugestão é a praia do Farol da Barra. Além de linda, tem um pôr do sol de tirar o fôlego. Mais ao norte, a Praia do Forte e o Projeto Tamar são passeios maravilhosos.

Por fim, “não deixe o samba morrer” e aproveite a noite no Botequim São Jorge. Salvador com seu axé e acarajé esperam por você. Um “xêro”!

Compartilhe!